Categorias
NOVIDADES

CIDADE Ministério da Saúde vai ampliar parcerias em Niterói

spazio_garden_barreto_02O Ministério da Saúde vai ampliar a parceria de serviços com a prefeitura de Niterói, investindo no custeio do funcionamento de unidades de saúde do município, após a conclusão das obras de reforma em hospitais como o Orêncio de Freitas, a Policlínica do Largo da Batalha e a Unidade Mário Monteiro. O assunto foi tratado nesta semana, em Brasília, em audiência do prefeito Rodrigo Neves com o ministro Arthur Chioro. Segundo a prefeitura, Chioro prometeu apoiar a cidade para garantir a prestação de serviços por essas unidades e reconheceu os esforços do município para requalificar a rede de saúde.

Segundo o prefeito, o aporte de recursos do ministério é fundamental para qualificar e expandir as unidades de saúde. Ele lembrou a reabertura do Hospital Getulinho, em 2013, a implantação da nova Policlínica do Largo da Batalha e a requalificação, reforma e ampliação de unidades como a Mário Monteiro, além da expansão do Programa Médico de Família com recursos próprios.

Arthur Chioro ressaltou que as iniciativas adotadas em Niterói são coerentes com as políticas do Ministério da Saúde e disse que trabalhar com a prefeitura é prioridade. O ministro lembrou que a cidade tem sido referência para o país em termos de gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) e que a pasta ações administrativas que demonstram compromisso com a saúde.

Para a secretária municipal de Saúde, Solange de Oliveira, que também participou da audiência com o ministro, o resgate do acesso e da qualidade da saúde em Niterói criou uma demanda crescente, que sobrecarrega as unidades de urgências e hospitais.

“Vivemos um cenário de mudança no perfil do atendimento dos hospitais do estado, direcionado para serviços de alta complexidade. Isso aumenta a demanda municipal nas questões clínicas e de média complexidade. A parceria com o Ministério da Saúde e a disponibilidade em cooperar com o financiamento desses serviços é importante para suprir os atendimentos, que vêm crescendo”, disse ela.

Fonte: Agência Brasil