Categorias

ÚLTIMAS NOTÍCIAS Febre amarela: 16 municípios do Rio iniciam campanha de vacinação

A partir de sábado (28/01), 16 municípios do Rio de Janeiro darão início à campanha de vacinação de bloqueio contra a febre amarela.

Vacinação será intensa nas regiões Norte, Noroeste, Serrana e Centro Sul. Não há casos da doença registados em Niterói.

Febre Amarela

Os casos de febre amarela em Minas Gerais despertaram na população uma série de dúvidas sobre a doença. O Sistema Único de Saúde oferta uma vacina contra a Febre Amarela altamente segura e eficaz e é essa a melhor forma de prevenção. Para saber se você precisa tomar a vacina ou não, confira as orientações dadas pelo Ministério da Saúde, nos últimos dias, nas redes sociais. Preciso tomar a vacina? Gestantes podem ser vacinadas? E idosos? Crianças devem receber a vacina a partir de que idade? Veja abaixo.

A vacina contra febre amarela é altamente eficaz e segura para o uso, mas é importante verificar a necessidade de tomar a vacina. Confira no quadro abaixo a indicação para vacinação e fique ligado para não se vacinar sem precisar. Lembramos que a vacina está disponível no SUS durante todo o ano, em todo o país. Em 2016, o Ministério da Saúde enviou aos estados mais de 16 milhões de doses.

Com base na avaliação do cenário epidemiológico, a subsecretaria de Vigilância em Saúde da SES elencou os seguintes municípios para vacinação: Cantagalo, Carmo, Comendador Levy Gasparian, Itaperuna, Laje do Muriaé, Miracema, Natividade, Porciúncula, Santo Antônio de Pádua e Varre-Sai.

Os municípios de Campos dos Goytacazes, São Francisco de Itabapoana, Itaperuna, Sapucaia, Três Rios e Paraíba do Sul terão localidades específicas para a imunização, não sendo recomendada a vacinação de toda a população.

 

LISTA COMPLETA DE MUNICÍPIOS QUE TERÃO A VACINAÇÃO BLOQUEIO CONTRA A FEBRE AMARELA

Em que situação as pessoas que não moram nas regiões indicadas para a vacinação de bloqueio devem se vacinar? 

Devem buscar os postos de saúde para a vacina as pessoas que estiverem com viagens programas para áreas do país com recomendação de vacinação, conforme as orientações do Ministério da Saúde, que disponibiliza as informações no site. Vale reforçar que é preciso tomar a vacina com pelo menos dez dias de antecedência. Não há qualquer recomendação para vacinação no restante do estado do RJ, até o momento, uma vez que não há evidências de circulação do vírus que transmite a febre amarela no estado – nem em humanos, nem em animais.

Entenda o caso

Há dois tipos de febre amarela: a silvestre e urbana. As duas são causadas pelo mesmo vírus e causam a mesma doença, mas se diferem pelo vetor de transmissão.

A urbana é transmitida pelo Aedes aegypti e, de acordo com o Ministério da Saúde, desde os anos 40, o Brasil não registra casos deste tipo da doença.

Já a silvestre é transmitida pelos mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabeths, insetos de hábitos estritamente silvestres. A febre amarela silvestre é endêmica em algumas regiões do país, principalmente na região amazônica.

Os sinais e sintomas mais comuns da doença são: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos que duram, em média, três dias. Nas formas mais graves da doença, podem ocorrer icterícia (olhos e pele amarelados), insuficiências hepática e renal, manifestações hemorrágicas e cansaço intenso.

Leave a Comment

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>