Categorias
NOVIDADES

CIDADE Unidade Mário Monteiro volta a funcionar na Região Oceânica

mariomontUma boa notícia para os moradores da Região Oceânica. A Unidade Municipal de Urgência Mário Monteiro, localizada em Piratininga, volta a funcionar nesta sexta-feira (08/04) após quase um ano de obras para expansão dos serviços prestados no local. O espaço conta com salas de emergência pediátrica e de espera infantil com fraldário e classificação de risco. O serviço de urgência vai funcionar 24 horas por dia.

“O Mário Monteiro cumpre um papel estratégico na Região Oceânica. Essa é uma unidade de excelência e mostra que estamos cumprindo nossos compromissos com a sociedade, apesar da crise geral do Estado e da União”, disse o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves.

A Prefeitura investiu cerca de R$ 5 milhões nas obras de infraestrutura, modernização e na aquisição de novos aparelhos e mobiliário para a unidade. Já o Ministério da Saúde investiu R$ 552,2 mil e já autorizou o repasse de mais R$ 321,7 mil.

As obras iniciaram em julho de 2014 e ampliaram a unidade em 365 metros quadrados. O novo Mário Monteiro conta com 21 leitos, consultório de classificação de risco para agilizar o atendimento, sala de medicação com 16 lugares, posto de emergência, sala de raios-X, laboratório e oito consultórios.

“Ver essa unidade é a prova da vitalidade do SUS e da administração municipal. Vai ser uma enorme satisfação para nós do Ministério habilitar e participar do custeio dessa unidade que vai oferecer atendimento de qualidade, cumprindo todos os preceitos da política nacional de urgência e emergência”, destacou o secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Alberto Beltrame.

A unidade é estratégica para o Estado – cerca de 40% dos atendimentos são de pacientes que não residem em Niterói. O serviço médico pré-hospitalar está adequado as normas técnicas das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), que têm como objetivo acolher o paciente, estabilizando-o clinicamente e, se necessário, transferindo-o para unidades de maior complexidade.

Durante o período de obras, o serviço de assistência médica foi garantido à população, já que a Prefeitura alugou uma sede provisória, que realizou cerca de 7 mil atendimentos mensais. Segundo a secretária de Saúde, o Mário Monteiro contará com uma equipe composta por dois pediatras, três clínicos, um ortopedista, seis enfermeiros e 12 técnicos em enfermagem, a cada plantão de 12 horas. A diretora continua sendo Itamar Tavares.