Categorias
NOVIDADES

CIDADE Serviços do Mário Monteiro serão transferidos para hospital da Região Oceânica

DSC05441Todos os serviços da Unidade Municipal de Urgência Mário Monteiro, em Piratininga, devem ser oferecidos, a partir da segunda quinzena de agosto, nas instalações do antigo hospital da Amil, também localizado na Região Oceânica. Na tarde da última quarta-feira, a Prefeitura de Niterói assinou o contrato de locação da área pertencente à operadora de saúde privada, que terá duração de 12 meses, período em que o Mário Monteiro passará por obras de reforma e ampliação.

O contrato foi assinado pelo prefeito da cidade e pelo diretor da rede assistencial da Amil, o médico Charles Souleyman Al Odeh, com a presença da secretária municipal de Saúde, Solange Oliveira, e do procurador geral do município, Carlos Raposo.

 O processo de transferência dos serviços e profissionais do Mário Monteiro para o hospital da Amil será iniciado nesta quinta-feira, e deverá ser concluído no final da primeira quinzena de agosto, quando a unidade da prefeitura já estará com as obras iniciadas.

 O prefeito destacou que a parceria entre a prefeitura e a Amil tem como objetivo a prestação de um serviço público de qualidade à população na área da saúde. “Queria agradecer aos dirigentes da Amil no Estado do Rio de Janeiro pela sensibilidade com relação à necessidade de Niterói, sobretudo da Região Oceânica, em ter, durante a realização das obras da Unidade de Urgência Mário Monteiro, uma alternativa qualificada para a manutenção do atendimento à população. Estamos contratando por 12 meses o espaço com toda a modernidade que dispõe a unidade da Amil”, disse.

Durante o período de atendimento à população no hospital da Amil, que foi desativado pela empresa recentemente, o Mário Monteiro será completamente reformulado para atender às exigências do Ministério da Saúde, inclusive para o recebimento de recursos de custeio, obtidos pela prefeitura junto ao ministério. A unidade será totalmente reformulada, além de recuperada e ampliada para atender a essas exigências, com um investimento de R$ 3.484.266,25.

O prefeito ressaltou também que a parceria com a iniciativa privada e as obras do Mário Monteiro se integram ao esforço de superar o quadro crítico herdado da administração passada na área da saúde, iniciado com a reabertura da emergência pediátrica do Getulinho e a implantação da Policlínica do Largo da Batalha.

“Quero reiterar minha confiança no segmento da saúde, seja do setor público ou privado em Niterói. Com esses investimentos da prefeitura, em parceria com os governos estadual e federal, e com os investimentos anunciados pelo setor privado, a área da saúde está resgatando a referência positiva que já teve e que infelizmente havia sido perdida nos últimos anos”, afirmou.

O diretor da rede assistencial da Amil, Charles Souleyman Al Odeh, afirmou que a decisão da  empresa em interromper as atividades da unidade na Região Oceânica acabou sendo oportuna, porque vai permitir que todos os cidadãos de Niterói tenham acesso àquela estrutura.

“É com enorme prazer que estamos contribuindo com a locação desse espaço à prefeitura, enquanto a unidade médica municipal se encontrar em obras. Oferecer à população um serviço público de saúde naquela unidade já mostra qual  padrão a prefeitura quer oferecer aos moradores da cidade. Parabenizamos todo o trabalho que a prefeitura vem fazendo para qualificar os serviços nas unidades públicas”, disse o médico.

A reformulação da Unidade Mário Monteiro

Com uma área atual de 1.685 metros quadrados, a Unidade de Urgência Mário Monteiro será transformada no modelo de Unidade de Pronto Atendimento (UPA), terá sua área ampliada em 365 metros quadrados, atingindo um total de 2.050 metros quadrados de área construída.

Contará com posto de emergência, salas de R-X, de classificação de risco, salas vermelha e amarela, laboratório, 17 leitos de observação, quatro leitos de emergência, oito consultórios e um espaço com 16 lugares para medicação.

Fonte: Prefeitura de Niterói