Categorias
NOVIDADES

CIDADE Huap deve perder profissionais da saúde na próxima segunda-feira

HuapA crise que atinge o Hospital Universitário Antônio Pedro, localizado na região central de Niterói, acaba de ganhar mais um agravante. De acordo com uma reportagem exibida pelo Bom Dia Rio, na manhã desta sexta-feira (29/04),  mais de 60 profissionais como médicos, anestesistas, técnicos de laboratório e técnicos de enfermagem vão parar de trabalhar a partir da próxima segunda-feira.

De acordo com o diretor médico do hospital universitário, Haberlandh Lima, está sendo elaborando um plano para continuar o atendimento médico a partir da próxima semana. Ele está conversando com o chefe de serviço e o grupo de enfermagem para estabelecer normas e regras para que a instituição de saúde se adapte a perda dos profissionais.

Mesmo o Ministério da Saúde dizendo que vai enviar R$ 5 milhões para a unidade, o dinheiro não será suficiente. Como a reportagem da Rede Globo mostrou, a unidade tem contas de energia e de água atrasadas e leitos já foram fechados. Mas o hospital está em negociação com as concessionárias para começar a pagar essas contas.

Tratamentos não serão suspensos

No meio de tantos problemas, uma boa notícia: o Huap manterá o atendimento a pacientes com câncer.

Em nota, o hospital disse que “após esforços em conjunto com a chefia do Serviço de Oncologia e com a chefia do Serviço de Farmácia, e tendo em vista a regularização do repasse dos recursos orçamentário-financeiros e realizadas as devidas notificações junto às empresas fornecedoras para agilizarem a entrega dos medicamentos, a direção do hospital decide a partir da data de 25 de abril de 2016, revogar o comunicado anterior de suspensão do atendimento”.