Categorias
NOVIDADES

CIDADE Huap atende pacientes que sofreram paralisia após diagnóstico de síndrome associada ao Zika

HuapDuas pessoas apresentam sintomas de comprometimento do sistema nervoso e lutam para sobreviver após serem diagnosticados com uma forma severa da síndrome de Guillain-Barré. O que eles tem em comum? Ambos tiveram Zika no Estado do Rio de Janeiro e estão sendo atendidos no Hospital Universitário Antônio Pedro, em Niterói. A notícia foi divulgada pelo Jornal O Globo.

Segundo a reportagem, os cientistas ainda não sabem se condições como doenças autoimunes, uso de medicamentos ou predisposição genética poderiam ter ligação com a forma mais agressiva da Guillain-Barré.

A correlação entre a doença transmitida pelo vírus Aedes aegypti e distúrbios neurológicos, como a síndrome de Guillain-Barré, está entre os motivos de a Organização Mundial de Saúde (OMS) ter decretado a emergência internacional. Mesmo sendo uma parcela pequena de pessoas que contraem o Zika que apresentam os distúrbios neurológicos, estes chamam a atenção pela gravidade.

O Zika ainda não possui cura. Para combater o mosquito transmissor, mantenha a casa limpa e sem focos do mosquito. Não permita água parada, use repelente contra insetos e opte por roupas claras.