Categorias

NOTÍCIAS Transoceânica – promessa de frota não poluente será descumprida

A Prefeitura de Niterói adiou, por tempo indeterminado, a compra dos 40 veículos elétricos que foram prometidos no projeto da Transoceânica. Com isto, a promessa de ter 50% da frota não poluente será descumprida. Os ônibus utilizados serão comuns, adaptados com portas dos dois lados.

O que foi prometido

De acordo com a declaração do prefeito Rodrigo Neves, em novembro de 2018, a compra dos ônibus elétricos faria de Niterói a cidade com a maior frota de veículos do tipo em circulação do país:

“Até o fim do ano (2018), a mobilidade da Região Oceânica estará transformada, com uma rede de ciclovias e uma avenida que antes era uma estrada precária, sem iluminação, sem infraestrutura, sem drenagem, sem pavimentação, que terá o primeiro BHLS do Brasil” – afirmou o Prefeito Rodrigo Neves.

Atrasos

A obra, que está com prazo de entrega vencido desde o fim do ano passado, ganhará as suas 11 estações até o começo do próximo mês, quando, segundo o prefeito, também será detalhada a operação do sistema BHS. Rodrigo confirmou que as cinco linhas começam a circular em abril, como foi anunciado pelo secretário de Governo, Comte Bittecourt. Duas delas passarão pelo Túnel Charitas-Cafubá, seguindo até o Centro; uma sairá de Piratininga; e outra, de Itaipu. Três linhas seguirão pelo Largo da Batalha até o Centro.

Leave a Comment

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>