Categorias

CIDADE Niterói terá investimento de R$ 120 milhões em saneamento básico

saneamentoNiterói vai receber, nos próximos anos, cerca de R$ 120 milhões de investimentos em saneamento básico. A concessionária Águas de Niterói antecipou esses investimentos em dois anos em função dos cronogramas de obras importantes que serão realizadas no município, como a construção da TransOceânica, que inclui o Túnel Charitas-Cafubá.

A Região Oceânica será contemplada com a inauguração de um reservatório de água, além da duplicação da capacidade de tratamento das duas estações de tratamentos de Esgoto (ETEs), em Itaipu e Camboinhas. Já na região de Pendotiba, a Águas de Niterói vai iniciar a implantação do sistema de esgotamento sanitário, com a construção de três ETEs: a ETE Maria Paula, a ETE Badu e a ETE Sapê.

O sistema de esgotamento sanitário de Pendotiba terá capacidade de tratamento de 90 litros por segundo e investimento de R$ 25 milhões; a ETE Maria Paula atenderá os bairros de Maria Paula, Matapaca, Vila Progresso e Muriqui. O início das obras está previsto para o 2º semestre deste ano.

A segunda unidade a ser implantada será a ETE Badu, que atenderá os bairros de Badu, Largo da Batalha, Maceió e Cantagalo. Essa estação terá capacidade de 180 l/s e investimento de R$ 30 milhões. As obras começam no segundo semestre de 2015. Para complementar o sistema de esgotamento na Região de Pendotiba, a Águas de Niterói vai construir a ETE Sapê, que terá capacidade de tratamento de 60 l/s. O investimento será de R$ 25 milhões e as obras se iniciarão em 2016. Essa unidade atenderá os bairros do Sapê, Ititioca e Santa Bárbara.

Região Oceânica – A Região Oceânica ganhará, no mês que vem, um reservatório de água com capacidade para 3 milhões de litros. O custo total da obra é de R$ 4,5 milhões.

Outros investimentos previstos para a Região Oceânica são as duplicações das ETEs. A estação de Itaipu está sendo ampliada para duplicar a capacidade de tratamento, passando de 82 l/s para 164 l/s. O investimento é de R$ 15 milhões e a previsão de conclusão das obras é para setembro deste ano. A ETE Camboinhas também será duplicada e serão investidos R$ 20 milhões nas obras, previstas para começar no segundo semestres deste ano e terminarem no primeiro semestre de 2015.

“Todos esses investimentos em saneamento básico são fundamentais para acompanhar as transformações que estão acontecendo na cidade de Niterói através de diversas obras de infraestrutura, como o túnel Charitas-Cafubá, Transoceânica, Bairro Novo, obras do PAC e outras”, declarou o diretor de Águas de Niterói, Nelson Gomes.

Para o prefeito da cidade, Rodrigo Neves, o plano de investimentos anunciado pela concessionária só reforça a importância da integração entre as diversas esferas de governo e a iniciativa privada.

“A nova gestão da prefeitura de Niterói acredita na parceria público-privada para realizar os investimentos em infra-estrutura urbana que a cidade precisa. Com esses expressivos investimentos orientados pela prefeitura, Niterói chegará ao topo do ranking de saneamento ambiental do país. Isso é importante para a qualidade de vida das pessoas e para o desenvolvimento mais sustentável de nossa cidade.”