Categorias
NOVIDADES

CIDADE Protesto no Preventório termina com ônibus queimados e pânico em Charitas

charitasMG_2041Uma operação realizada na última terça-feira pela Polícia Militar desencadeou a revolta de moradores do Morro do Preventório, localizado em Charitas, na Zona Sul de Niterói. A ação que resultou em várias pessoas baleadas levou membros da comunidade a realizar um protesto contra a PM, gerando pânico no bairro. Durante o manifesto, três ônibus da Viação 1001 foram queimados e a polícia precisou intervir com bombas de efeito moral e spray de pimenta.

De acordo com informações do jornal O Fluminense, o Corpo de Bombeiros foi acionado para impedir que as chamas também atingissem veículos estacionados na Praia de Charitas. A estação dos Catamarãs foi fechada e as embarcações que chegavam no local tiveram a atracação adiada por, pelo menos, 15 minutos. O turno da noite da Escola Estadual Maria Pereira das Neves foi suspenso.

O protesto trouxe reflexo também no trânsito: a orla de Charitas ficou interditada por mais de três horas, deixando o fluxo lento em grande parte das vias da região.

Protesto

De acordo com moradores do Morro do Preventório, o manifesto aconteceu após a PM entrar armada na comunidade e atingir, entre outras pessoas, um rapaz de 25 anos que, segundo relatos, trabalha como entregador.

A polícia afirma que houve, sim, uma operação na comunidade no fim da tarde de ontem e que teria havido troca de tiros com bandidos. Contudo, a PM não confirma que os disparos que atingiram os civis teriam partido da arma de policiais.