Categorias
NOVIDADES

CIDADE Mercado Popular do Largo da Batalha é inaugurado

14-05-divulgação-largo-da-batalhaA Prefeitura de Niterói inaugurou na manhã da última quinta-feira (14/05) o Mercado Popular do Largo da Batalha. A partir da próxima semana, o empreendimento estará aberto ao público com o funcionamento de 32 boxes. Os comerciantes receberam a licença de funcionamento e agora se tornaram microempreendedores individuais.  Eles trabalharão em boxes com dois metros de comprimento e 1,4 metro de largura.

O local tem também espaço para venda de mercadorias e os vendedores ocuparão um espaço de 270 metros quadrados. Na fachada do prédio uma coletânea de fotos antigas da cidade compõem a estrutura do prédio de dois andares. No último andar do galpão funcionará o Centro de Referência de Assistência Social.

Antes da entrega do Mercado Popular, os comerciantes passaram por um processo de cadastramento e recadastrados. Durante o processo de seleção, foi dada prioridade aos ambulantes que já trabalhavam no Largo da Batalha há muitos anos. Enquanto a obra estava sendo executada, os comerciantes receberam bolsas de incentivos de capacitação profissional tecnológica no valor de R$ 2,4 mil e participaram de cursos no Sebrae.

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, afirmou que a inauguração do Mercado Popular do Largo da Batalha é concretização de um sonho.

“Esse investimento foi importante para o Largo da Batalha e para a cidade. O Largo da Batalha por muito tempo conviveu com uma condição difícil. As pessoas trabalhavam em uma situação insalubre, precária. E nós não poderíamos deixar essas pessoas que se sustentavam com aquele trabalho sem perspectiva. Então fizemos um trabalho intersetorial, envolvendo várias secretarias, a de Desenvolvimento Econômico, Executiva, Assistência Social, Ordem Pública, entre outras áreas do governo. Os trabalhadores que, antes eram ambulantes informais, passaram a ser microempreendedores individuais regulamentados, regularizados e tiveram um apoio do programa de capacitação da prefeitura em parceira com o Sebrae. A prefeitura fez um investimento muito expressivo em um local indicado pelos próprios moradores do Largo da Batalha. A entrega do mercado popular concretiza um sonho dessas pessoas e vai beneficiar provavelmente milhares de pessoas porque alem das 32 famílias que vão ter suas rendas garantidas por esse trabalho”, declarou.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Fabiano Gonçalves, destacou as medidas tomadas pela municipalidade para concretizar o empreendimento.

“ A partir de agora esses vendedores serão microempreendedores individuais. Durante o processo de ordenamento e enquanto eles aguardavam a construção no mercado nós intermediamos para que realizassem cursos no Sebrae receberam bolsa auxilio e hoje tu tens um lugar arrumado para trabalhar com toda a infraestrutura. Quem trabalha com alimentos recebeu treinamento e terão local específico com pias e bancadas para manipularem seus produtos“ explicou Fabiano Gonçalves Secretário de Desenvolvimento Econômico de Niterói.

Segundo o secretário, a partir desta quinta-feira, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico estará acompanhando todo o processo de instalação dos comerciantes nos boxes. Ele garantiu que especialistas em empreendedorismo estarão orientado os permissionários que utilizarão os boxes em como distribuir mercadorias entre outras especificações que os ajude a incrementar as vendas e atrair clientes.

Um dos comerciantes que vão trabalhar no Mercado Popular, Juciley de Melo Xavier, conhecido como Cirley do Relógio, e que trabalha no local há 28 anos, elogiou a iniciativa.

“Agradecemos à Prefeitura de Niterói, que cumpriu o compromisso de nos entregar o mercado popular. Com isso poderemos trabalhar com segurança e ainda temos a orientação de especialistas e crédito do mercado. Não podíamos querer melhor do que isso “ disse.

Para o secretário de Ordem Pública, Marcus Jardim, era necessário que o processo de ordenamento fosse feito porque o local vivia com muitas caixas e pessoas não conseguiam passar pelas calçadas se arriscando nas ruas, e que os ambulantes do local acabavam enfrentavam chuva, entre outros problemas.

“ Os caixotes ficavam jogados e quando chovia eles não podiam vender hoje eles são cadastrados e tem orientação além de um lugar limpo e organizado. É um grande negocio para eles e para impulsionar seus comércios “ disse Marcus Jardim.

Para construir o mercado popular, a Prefeitura de Niterói investiu cerca de R$ 2 milhões e entregou a obra antes do prazo previsto com o objetivo de atender o mais rápido possível os ambulantes que estavam provisoriamente instalados.

“A prefeitura cumpriu o que prometeu e agora o que esperamos e que vocês que agora são microempreendedores tenham muito sucesso nessa jornada e nesse caminho de comerciantes. Estaremos aqui para apoia-los “ disse Maria Célia Vasconcellos, secretária Executiva.

Marlene Maria Rodrigues da Silva tem 75 anos, e há 40 anos vende roupa no Largo da Batalha.

“ Pela primeira vez não vamos ter que nos preocupar em ficar montando e desmontando barracas. Agora temos lugar fixo e podemos trabalhar até com o tempo ruim. Ninguém nunca fez nada por nós desta forma estamos muito satisfeitos “. Falou a vendedora.

 

Fonte: Prefeitura de Niterói