Categorias
NOVIDADES

NOTÍCIAS Crescimento de ‘cracolândias’ assusta moradores de Niterói ​

Segundo denúncias, número de moradores de rua só tem aumentando, assim como uso de drogas e casos de baderna e violência.

O crescimento vertiginoso de ruas que se tornaram ‘cracolândias’ em Niterói, tem sido motivo de muitas denúncias no grupo Niterói ALERTA. Situação tida como comum no centro há anos, grupos de moradores de rua tem se espalhado para outros bairros e zonas da cidade. São Francisco, Boa Viagem, Charitas, Vital Brazil, Ingá e Icaraí, já registram dezenas de casos apenas nos últimos meses.

O último ponto que tem causado muita irritação e questionamentos à Prefeitura, é na Rua Joaquim Távora, em Icaraí, próximo ao túnel com destino à São Francisco. Este local fica a menos de 300 metros de outro ponto que já foi utilizado por usuários de drogas recentemente, na Rua Ari Parreiras, embaixo de uma ponte do canal. Relatos dos moradores dão conta de baderna, uso de drogas e bebidas alcoólicas pelos vizinhos da comunidade do Morro do Cavalão e por pessoas estranhas ao local.

Para a Sra Lourdes, moradora do bairro, o problema gravíssimo merecia mais atenção e soluções práticas: “A Secretaria de Assistência Social fica respondendo nossas denúncias com respostas prontas, apenas dizendo que fazem a abordagem, mas não podem obrigar as pessoas a irem para os abrigos. Mas e nós moradores, que pagamos impostos caríssimos, não merecemos ter qualidade de vida e paz? Recentemente, minha neta que retornava do colégio, foi abordada por dois sujeitos drogados e violentos. Por sorte, ela correu e entrou no prédio” – disse a Sra Lourdes.

Relatos dão conta, ainda, de outros casos de pessoas morando na mesma rua, próximo a Praia de Icaraí. “Ali eles tem guarda-sol, colchão e até lençol, simplesmente todos os dias fazem arruaça e brigam a noite toda, certamente drogados ou bêbados”.

Para a maioria das pessoas consultadas pela nossa reportagem, o problema é grave e precisa de medidas sérias, além de ampla divulgação do que tem sido feito e dos planos estratégicos para o futuro.

Segundo o Sr. Claudio, síndico de um prédio na região da Boa Viagem, a secretaria de assistência social deveria assumir o problema e dar soluções claras: “Já liguei inúmeras vezes, é sempre a mesma história! Solução e assistência para essas pessoas, ninguém dá! Esta Secretaria só serve mesmo de cabide de empregos para pessoas ligadas ao governo. Nunca sequer, ouvimos falar da Secretária anterior, senhora Verônica Lima, muito menos do atual, que deve ser do grupo dela. Infelizmente, estamos entregues aos interesses políticos. Uma vergonha!”

Procurada, a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH) não respondeu a nossa tentativa de contato.

Quer fazer alguma DENÚNCIA da cidade??
PARTICIPE do grupo NITERÓI ALERTA, enviando fotos, vídeos e reivindicando seus direitos. Já somos mais de 100.000 pessoas.
Acesse: www.facebook.com/groups/niteroialerta