Categorias
NOVIDADES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS Consulta pública: População vota não ao armamento da GM

A votação da consulta pública em que os niteroienses opinaram sobre a transformação da corporação em Polícia Comunitária foi realizada ontem, dia 29, em 45 pontos da cidade. Em cédulas de papel, o eleitor respondeu “sim” ou “não” para a pergunta: “Você é a favor do uso de armas de fogo pela Guarda Municipal de Niterói?”.

E a população decidiu por não armar a Guarda Municipal. Foram 18.991 votantes em apuração realizada no 12º BPM (Niterói). 13.478 deles contra o armamento da Guarda, 5.480 foram a favor e 32, nulos e brancos. A previsão inicial da Prefeitura de Niterói era que o resultado fosse a público às 21h, mas diveros problemas foram registrados nas zonas de votação ao longo do dia, o que também atrapalhou a apuração e o trabalho foi finalizado por volta das 2h.

O processo eleitoral foi acompanhado pela OAB Niterói, Conselho Comunitário de Segurança, Conselho de Segurança da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) e pelo Ministério Público do Estado do Rio (MPRJ). Foram 14 advogados atuando na fiscalização do pleito: 10 fixos nas zonas eleitorais, dois itinerantes e dois na apuração. De acordo com a presidente da comissão de segurança pública da OAB de Niterói, Raffaela Cupello, alguns problemas foram registrados em diversas zonas de votação, em especial na Região Oceânica de Niterói. “Nós registramos alguns problemas durante o dia, até certa desorganização da empresa contratada. Urnas demoraram a chegar, atrasando assim o início da votação, por exemplo. Fizemos uma fiscalização dura, mas mesmo assim tivemos bastante ocorrências”, explicou.