fbpx
Acesse nossas Mídias
chicunguia

Cidade

Chicungunha: número de casos suspeitos bate recorde em Niterói

Compartilhe

Quase dois meses após o fim do verão, a alta incidência de chicungunha ainda preocupa. Nos quatro primeiros meses deste ano, o município registrou 905 casos suspeitos da doença, número que já supera os 879 registrados nos anos de 2016 e 2017. No ano passado, no mesmo período comparativo, houve 248 suspeitas, o que representa um índice 265% inferior ao primeiro quadrimestre deste ano, evidenciando o problema que, segundo a Secretaria municipal de Saúde, afeta, principalmente, a Zona Norte.

As ações de combate ao Aedes aegypti foram intensificadas pela prefeitura desde março. Agentes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) vêm realizando vistorias em casas e estabelecimentos comerciais, com o objetivo de eliminar possíveis focos do inseto. A principal área de atuação são os bairros Barreto, Tenente Jardim e Engenhoca, que têm a maior incidência de chicungunha.

 

Zika e dengue

A incidência de dengue também tem aumento nos registros. No primeiro quadrimestre do ano passado, Niterói registrou 421 casos, contra 835 no mesmo período deste ano: um aumento de 98%. No caso da zika, os números diminuíram 9,6%: houve 145 casos de janeiro a abril do ano passado contra 131 no mesmo período deste ano.

A prefeitura informa que, além das vistorias, vem promovendo mutirões de combate à dengue nos fins de semana, aplicando inseticida quando necessário, orientando os moradores e realizando a distribuição de material informativo sobre medidas de prevenção às doenças causadas pelo Aedes aegypti.

Em nota, a prefeitura acrescenta que “o CCZ está utilizando o carro fumacê nos locais com maior incidência (de mosquitos). Profissionais do Programa Médico de Família também atuam em parceria, com prevenção e combate nas suas áreas de cobertura. Niterói também conta com Comitês Regionais de Combate à Dengue, organizados pelas policlínicas regionais, com ações de combate ao mosquito Aedes aegypti elaboradas de acordo com as características de cada comunidade”.

 


Compartilhe
Continuar Lendo
Comentários

Mais Cidade

Topo
Precisa de ajuda?