Categorias
NOVIDADES

CINEMA Calendário Cine Arte UFF de 29 de outubro a 04 de novembro de 2015

cine-uff-capa

Serviço:

Inteira – R$ 12,00 | Meia – R$ 6,00 (exceto segundas-feiras)

Segunda-feira – Promoção “Meia-entrada para todos” – R$ 4,00

 

Calendário Cine Arte UFF – 29 de outubro a 04 de novembro de 2015 – quinta a quarta

 

Dia Mundial da Preservação Audiovisual
Dia 29

quinta

16h MENINO DE ENGENHO – Entrada franca
18h Painel sobre preservação – Entrada franca
19h30 O ENCOURAÇADO POTEMKIN – Entrada franca
21h Mesa Redonda sobre Potemkin – Entrada franca

 

30 a 04

sex a qua

14h30 NUMA ESCOLA DE HAVANA

 

30 a 04

sex a qua

30 sex 31 sáb 01 dom 02 seg 03 ter 04 qua
16h40 O sétimo selo O sétimo selo A bela que dorme O sétimo selo A bela que dorme O sétimo selo
19h Jauja Tio Boonmee Jauja Lola Tio Boonmee Lola
21h10 Submarino O segredo das águas Submarino O porto O segredo das águas O porto

 

Dia Mundial da Preservação Audiovisual

Seguindo diretrizes sugeridas pela ABPA-Associação Brasileira de Preservação Audiovisual, o Cine Arte UFF em conjunto com o Departamento de Cinema e Vídeo da Universidade Federal Fluminense, o Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro e o Arquivo Nacional programaram uma verdadeira Jornada de Preservação a ser comemorada na quinta-feira, 29 de outubro, no Cine Arte UFF, com uma programação especialmente voltada para chamar a atenção e ao mesmo tempo celebrar a necessidade  de preservação de nossa memoria audiovisual. Essa data, comemorada em 27 de outubro e estabelecida pela UNESCO, é uma ótima oportunidade para a reflexão e busca de condições que viabilizem, na medida do possível, condições mais adequadas para que os acervos audiovisuais, tanto públicos quanto privados, possam ser preservados para gerações futuras. A iniciativa da UNESCO faz parte do programa Memória do Mundo, lançado em 1992 com o objetivo de proteger e promover a conscientização da necessidade — e muitas vezes urgência — da preservação e do acesso ao patrimônio documental através de estratégias tecnológicas e de inovação, métodos e gestão desse patrimônio.

A programação do Cine Arte UFF para o Dia Mundial da Preservação Cinematográfica é a seguinte:

 

29 de outubro | quinta-feira | Entrada franca

16h > MENINO DE ENGENHO

Exibição em 35mm da cópia recém restaurada por Francisco Sérgio Moreira através do Programa de Restauro do CPCB.

Brasil, 1965, 110’, 10 anos

De Walter Lima Júnior

Com Geraldo Del Rey, Sávio Rolim, Anecy Rocha, Maria Lucia Dahl, Antonio Pitanga

Paraíba, 1920. Após a morte da mãe, o menino Carlinhos é enviado para o engenho Santa Rosa para ser criado pelo avô e pelos tios. Lá ele testemunha a chegada de um novo tempo, com o advento das modernas usinas de açúcar e as transformações econômicas e sociais pelas quais passa a produção canavieira, mudanças que irão afetar a vida de todos. Baseado no romance homônimo de José Lins do Rego.

18h > PAINEL

João Luiz Vieira – Menino de engenho: o Cinema Novo e sua época

Francisco Moreira – O processo de restauração do filme: o antes e o depois

Myrna Brandão – O Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro/CPCB  e seu programa de preservação 

19h30 > O ENCOURAÇADO POTEMKIN

Comemoração dos 90 anos do filme. Intertítulos em Russo com tradução em Inglês.

Bronenosets Potyomkin, URSS, 1925, 71’, 10 anos

De Serguei Eisenstein

Com Grigori Aleksandrov, Sergueï Mikhailovich Eisenstein, Aleksandr Antonov

O Encouraçado Potemkin é a realização mais importante e conhecida do russo Serguei Eisenstein. O filme é considerado um marco na montagem cinematográfica e parte de um fato histórico de 1905 – a rebelião dos marinheiros de um navio de guerra – para criar uma obra universal que fala contra a injustiça e sobre o poder coletivo que há nas revoluções populares. As cenas iniciais banhadas em luz e alegria são substituídas pelas imagens chocantes de repressão violenta pela guarda do Czar. A cena da escadaria, onde o carrinho de bebê desce os degraus, é sempre citada como uma das mais famosas da história do cinema.

21h – MESA REDONDA Noventa anos de O encouraçado Potemkin

José Paulo Netto, professor emérito da Escola de Serviço Social da UFRJ – Eisenstein e Potenkim: a reflexão da arte do ponto de vista marxista

José Carlos Avellar, crítico de cinema – Revendo Potemkin com Eisenstein

Mediação do Professor Fabián Nuñez (Departamento de Cinema e Vídeo/UFF)

Em dezembro de 1925, em uma sessão para convidados no Teatro Bolshoi, em Moscou, é exibido publicamente, pela primeira vez, o longa-metragem O encouraçado Potemkin. Por que assistir a O encouraçado Potemkin, hoje? Devemos encarar esse filme como o representante de uma escola artística, como a expressão de um genial artista múltiplo ou como a manifestação de um projeto de nação e de mundo que aparentemente não deu certo? Talvez todas essas opções sejam válidas e extremamente importantes. No entanto, o que o Departamento de Cinema e Vídeo da Universidade Federal Fluminense, ao lado do Cine Arte UFF, propõe é debater sobre a importância de O encouraçado Potemkin e da figura magistral de Serguei Eisenstein para o cinema e o audiovisual e, assim, refletir sobre a sua herança. O que é uma obra audiovisual revolucionária nos dias de hoje? Que relações existem entre cinema, política e história?

Temos a honra de convidar para debater conosco sobre O encouraçado Potemkin e o cineasta Serguei Eisenstein, o crítico de cinema e professor da Escola de Cinema Darcy Ribeiro (ECDR) José Carlos Avellar, estudioso de Eisenstein, e José Paulo Netto, professor emérito da Escola de Serviço Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), célebre pensador marxista.

 

30 a 04 sex a qua – 14h30

NUMA ESCOLA DE HAVANA

Conducta, Cuba, 2014, 108’, 14 anos

De Ernesto Daranas

Com Armando Valdes Freire, Alina Rodriguez, Yuliet Cruz

Chala, um garoto de onze anos, vive com sua mãe viciada em drogas. Para sustentar a casa, ele treina cães de briga, indiretamente ajudado por um homem que pode ser ou não seu pai biológico. As dificuldades de sua vida refletem na escola, onde é aluno de Carmela, por quem ele tem um grande respeito. Mas quando ela fica doente e tem que se afastar, Chala não se adapta à nova professora, que sugere que ele seja transferido para um internato. Quando Carmela retorna, não aceita essa medida e outras imposições que aconteceram durante sua ausência. Enquanto a relação entre professora e aluno se intensifica, os dois passam a ser perseguidos na escola, levando a um conflito que reflete o complexo sistema contemporâneo de Cuba.

 

 

No período de 30 de outubro a 4 de novembro, em que celebramos o Halloween, o dia de Todos os Santos e o dia de Finados, o Cine Arte UFF reúne oito filmes povoados de espíritos, fantasmas, seres fantásticos, quase mortos que voltam à vida e “mortos em vida”. Há também os vivos que sofrem a perda de seus entes queridos. Não são filmes quaisquer. São obras que perguntam: temos o direito de abreviar a vida? Existem milagres? A pobreza é uma forma de morte em vida? E quem se importa?