Categorias
NOVIDADES

Bossa Nova ao som de acordeon e violão no MAC

Bossa Nova ao som de acordeon e violão

Data: 27/10
Hora: a partir das 21h
Local: Bistrô MAC
Informações e reservas: 2629-1416
Não é cobrado couvert artístico

Bossa Nova ao som de acordeon e violão

A Bossa Nova de Denise Pinaud será apresentada, neste sábado, ao som de acordeon e violão com Francisco Pellegrini e a Ricardo Gilly. No repertório da noite composições de Vinícius de Moraes, Antonio Carlos Jobim, João Gilberto, Nara Leão, Baden Powell e Luiz Bonfá entre outros grandes do estilo.

Ricardo Gilly é violonista, compositor e arranjador. Já editou mais de 80 songbooks pelas editoras Lumiar (Almir Chediak), Jobim Music e Acari Records. Entre os livros mais conhecidos estão o Cancioneiro Jobim – obras completas para piano, Cancioneiros Vinicius de Moraes, Moacir Santos e Chico Buarque, A música de Djavan (Luanda Records) e os Songbooks de Noel Rosa, Gilberto Gil e João Bosco.

Francisco Pellegrini – Acordeonista e pianista carioca, já se apresentou nas mais importantes salas do Brasil com seu trio e com reconhecidos artistas como Sérgio Ricardo, Zélia Duncan, Maria Gadú, Itamara Koorax, Soraya Ravenle, Rodrigo Maranhão, Edu Krieger y Marcelo Caldi. Ministrou cursos de Composição de Choro, Piano e Prática de Regional na Escola Portátil de Música substituindo o grande pianista e arranjador Cristóvão Bastos no ano de 2009. Em 2010 gravou seu primeiro disco que pouco a pouco está sendo conhecido e reconhecido em muitos países.

Sobre o mesmo, escreveu Egberto Gismonti:“Francisco Pellegrini (piano) é um arquiteto na concepção de arranjos. Usa o piano todo; não permite que nenhuma tecla durma ou repouse, o instrumento passa a ter função e justificativa de existência. É um compositor que determina o estilo e forma de cada música que escreve.

Estou muito feliz com tudo que ouvi e aprendi com este CD.”

 

Sobre Denise Pinaud tem formação clássica de Piano e Violino, lançou-se como intérprete em 1998 sendo considerada pela crítica local de Nova Friburgo, cidade onde residiu por 19 anos,“Cantora Revelação” no ano de1999.

Seu primeiro CD – “Primeira Audição” – produzido pelo Selo Niterói Discos, mereceu a crítica do Jornalista Mauro Dias – Jornal Estado de São Paulo – “ Mais uma musa da Bossa Nova”.

Indicada pela Secretaria de Cultura de Niterói ao Projeto Pixinguinha, é selecionada e realiza turnê pela região nordeste, ao lado de Francis Hime, Celso Viáfora e Fabiana Cozza. Os shows que aconteceram nas cidades de Vitória da Conquista (BA); Salvador; Aracaju; Maceió; Recife; João Pessoa; Campina Grande (PB) e Fortaleza, foram sucesso de público e crítica.

Fez parte do corpo de solistas do Coral Cantomusarte e da Banda Sinfônica Campesina Friburguense.

Por se destacar em seu trabalho de bossa nova, recebeu o Troféu Vinícius, premiação idealizada na década de 80 pelo Produtor Cultural Afonso Freitas.

Pinaud participa de shows de Ivan Lins e Celso Viáfora e divide palco com o Show-men Luiz Carlos Miele, em shows de Bossa Nova realizados em 2007 e 2008.

Completando 10 anos de carreira, comemora os 50 anos da Bossa Nova em turnê pela Europa – Suíça (Basel; Zürick; Luzern; Locarno) e Alemanha (Frankfurt), acompanhada do pianista e arranjador Kuko Moura. Shows realizados com muito sucesso, rendeu-lhe o adjetivo de“Cantora Carismática”  pela imprensa Suiça .

Com seu segundo trabalho gravado“…e por falar em paixão”  traz leituras de Bossa Nova com novos arranjos de Kuko Moura, além de músicas inéditas de Jozi Lucka , Lucina e Ivan Lins com Celso Viáfora. Traz também um remix de “Deixa” composição de Baden Powell e Vinícius de Moraes. Buscando a simplicidade no cantar, Denise Pinaud resgata a interpretação original da Bossa Nova.

 

 

Data: 27/10

Hora: a partir das 21h

 

Não é cobrado couvert artístico.

Bistrô MAC, Museu de Arte Contemporânea, Mirante da Boa Viagem, s/n.

Funcionamento: de terça a domingo das 9h às 18h. Sextas e sábados aberto para jantar, até o último cliente

Serviço de manobrista: R$ 5,00

 

Informações e reservas: 2629-1416