Categorias
NOVIDADES

CIDADE Prefeitura anuncia ampliação do sistema de monitoramento

cispFoi assinado no início da última quinta-feira (02/06), um contrato para a implantação de mais 50 câmeras de monitoramento na cidade. O acordo contempla também a criação de mais sete portais, com 15 dispositivos de monitoramento, que serão capazes de ler placas de carros e serão instalados em vias que fazem divisa com outros municípios. Esses novos sistemas serão implementados em até quatro meses.

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, anunciou, ainda, para o dia 23 de junho, o início da instalação das câmeras inteligentes na Ponte Rio-Niterói, que também farão a leitura das placas de carros que entrarem na cidade e permitirão que o Centro Integrado de Segurança Pública acione, em tempo real, a Polícia Militar em casos de veículos roubados.

Neves explicou que as novas câmeras serão instaladas em localidades como a Fazendinha e o Cafubá, na Região Oceânica, além de Icaraí, Santa Rosa, Fonseca e Barreto, que foram mapeadas pela Secretaria de Ordem Pública (Seop) a partir das estatísticas do ISP (Instituto de Segurança Pública). Já os novos portais serão instalados nas entradas da cidade, como a Avenida Central, em Itaipu, a Estrada Caetano Monteiro, em Pendotiba, a Alameda São Boaventura, no Fonseca, e também no Barreto.

Segundo o prefeito, o investimento total no sistema é de R$ 4 milhões, sendo R$ 3,3 milhões provenientes de uma emenda parlamentar do deputado federal Sérgio Zveiter.

O chefe do Executivo municipal afirmou que, até o fim do ano, a cidade somará mais de 500 dispositivos de monitoramento, contando também com as 50 câmeras do CCO (Centro de Controle Operacional de Mobilidade), que vai vigiar o trânsito na cidade, e as 150 do convênio com a ONG Viver Bem.

“Esperamos que a Secretaria de Segurança Pública não decepcione, mais uma vez, Niterói no não cumprimento de promessas de aumento de efetivos na cidade. Houve uma sinalização de cooperação da Prefeitura, que construiu a Delegacia de Homicídios, Companhias Destacadas, dobrou efetivo da Guarda Municipal. Investimos mais de R$ 50 milhões na segurança pública. Percebemos que, nas ações do Cisp, nós identificamos uma situação, mas infelizmente não há efetivos policiais para atuarem em tempo real. Mesmo assim, essa integração já atuou em mais de 6.000 ocorrências, seja de trânsito ou de criminalidade. Eu acredito que, se houver um pouco de prioridade e reciprocidade com essa cooperação, nós poderemos ter um resultado bem melhor nas ações de segurança pública em Niterói”, frisou Neves.