Categorias
NOVIDADES

Sargento do 12º BPM é executado em emboscada

tiroO sargento Joilson da Silva Gomes, 40 anos, integrante do Grupamento de Ações Táticas (GAT) do 12º Batalhão de Polícia Militar (BPM), foi executado com mais de 50 tiros, na manhã do último domingo, 23. O crime aconteceu horas após uma operação do GAT no Complexo da Lagoinha, no Bairro Caramujo, que acabou com um baile funk realizado pelo tráfico da região.

O crime aconteceu por volta das 8h, quando o sargento passava pelo bairro Cova da Onça. O sargento tinha acabado de sair do serviço e dirigia seu carro pela Estrada Velha de Maricá, na altura do Morro do Castro, no bairro Tenente Jardim, quando foi interceptado por vários homens armados, que realizaram os disparos. Segundo testemunhas, o rastro de tiros começou na parte traseira do carro e se concentrou na porta do motorista, indiciando que o policial estava sendo perseguido.

Peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) afirmaram que mais de 50 disparos de diferentes calibres foram feitos contra o veículo dirigido pela vítima. De acordo com eles, o policial levou pelo menos 20 tiros de pistola calibre 45 no rosto.

As investigações estão sob responsabilidade dos agentes da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG). Horas após o crime, equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foram enviadas para o local. O enterro do Policial Militar será nesta segunda, às 16h no cemitério Parque da Colina, em Pendotiba.

PM ferido – Durante a madrugada deste domingo, uma troca de tiros entre policiais e traficantes do Morro do Cavalão, em Icaraí, deixou um policial militar ferido.

Segundo informações do 12º BPM, durante o conflito com os criminosos, um policial acabou atingido em uma das pernas por um tiro. O militar foi socorrido e encaminhado ao Hospital Central da Polícia Militar, no Estácio, Rio de Janeiro, mas já teve alta.