Categorias
NOVIDADES

CIDADE Passam de 20 o número de casos de caxumba em Niterói

gripeh1n1hg101120092Uma nova epidemia tem assolado os moradores do Rio de Janeiro: a caxumba.  No Estado, já foram registrados mas de 600 casos suspeitos de caxumba somente este ano – número muito maior que em 2014, quando os registros não passaram de 570. Em Niterói, segundo a Prefeitura de Niterói, ocorreram cerca de 22 casos.

De acordo com um matéria publicada pelo jornal O Fluminense, a Subsecretaria de Vigilância do Estado registrou de 66 surtos da doença em Nova Iguaçu, Niterói e na capital fluminense. Segundo a reportagem, Niterói apresentou, em março, nove casos em uma instituição no Barreto, além de 13 casos esporádicos em Niterói, distribuídos pelos bairros de Santa Rosa, Vila Progresso, Ititioca, Matapaca, São Francisco, Engenho do Mato, Maria Paula e Sapê. Contudo, a Secretaria de Saúde destacou que não existe surto no município e que em nenhum dos casos registrados houve a necessidade de internação e que também não houve óbitos.

A Fundação Municipal de Saúde de Niterói aguarda orientações da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro e, em caso de necessidade, vai alterar a rotina de vacinação da população.

A caxumba é uma infecção viral que afeta as glândulas parótidas – um dos três pares de glândulas que produzes saliva. As parótidas estão situadas entre suas orelhas e à frente delas. A doença é muito mais comum em crianças, e pode afetar uma das glândulas ou as duas. A vacinação é a melhor forma de prevenção contra a Caxumba.

Fonte: O Fluminense