Categorias
NOVIDADES

É O BICHO Fogos de artifício: o temor dos animais

 

Final de ano, carnaval, São João, campeonatos de futebol … enfim … diversas comemorações habituais durante o ano. Durante estas comemorações o uso de fogos de artifício é muito comum em locais públicos assim como em muitas residências.

Os tutores dos animais devem ter em mente que muitos dos animais não se sentem bem durante as explosões de fogos de artifício, alguns ficam estressados e outros possuem muito medo. Situações de estresse como esta pode acarretar situações diversas como: animais acabam fugindo de suas residências, animais que já possuem alguma patologia cardíaca podem até mesmo ir a óbito mediante a tanto estresse, independentemente de serem idosos ou não.

Evitem o uso de fogos de artifício mas se seus vizinhos soltam, procure orientação junto ao médico veterinário que acompanha seu animal de estimação para tentar minimizar os transtornos causados pelos estresse em seu animal causado pelos fogos de artifício.

Estes animais que fogem acabam muita das vezes sofrendo acidentes como atropelamentos, que pode acarretar a morte. E ao terem acesso às ruas muitas das vezes não acabam retornando aos seus lares e ficam vagando pelas ruas, aumentando as estatísticas de animais errantes.

Outro problema que acomete os animais durante este período de fim de ano, é o abandono, vários tutores viajam por período longo nessa data e acabam abandonando seus animais. E não se assustem com essa informação porque esta prática é mais comum do que se imagina, em breve irei abordar esse tema aqui na coluna.

Portanto sempre tem que se ter a consciência da responsabilidade de se adotar um animal, assim evitamos situações tristes como esta.  E não podemos que esquecer que o abandono configura crime de abandono prevista em nosso ordenamento jurídico.

 

————————————————————————-

Por: Marcelo Pereira da Costadpa.meioambiente@gmail.com
Diretor de proteção animal – Secretaria de Meio Ambiente / Niterói-RJ