Acesse nossas Mídias

Cidade

Centro de Niterói ganhará bicicletário no segundo semestre

Compartilhe

Os ciclistas que transitam pela região central da cidade já podem comemorar: em três meses, Niterói vai ganhar um novo bicicletário com 424 vagas. O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, assinou a ordem de início da construção, que ficará na Praça Arariboia, ao lado da estação das barcas. O investimento será de R$ 852.598,79.

“Queremos que Niterói seja referência como cidade amiga da bicicleta. A instalação do bicicletário, que será o maior da cidade, é um passo importante para isso. É necessário contribuir para que haja uma mudança cultural. Niterói tem uma distância curta entre bairros, é uma cidade bonita, com frente marítima e enseadas extraordinárias, isso tudo pode fazer com que a bicicleta não seja só lazer, mas uma possibilidade de mobilidade mais sustentável e saudável”, destacou Neves.

O prefeito também parabenizou a equipe do Programa Niterói de Bicicleta e grupos de ciclistas como o Pedal Sonoro, o Bike Anjo, o Mobilidade Niterói e a Federação de Ciclismo do Rio de Janeiro (Fecierj), que estão dialogando com o município, fazendo críticas construtivas e cooperando para o fortalecimento do transporte alternativo na cidade.

Coordenadora do programa Niterói de Bicicleta, Isabela Ledo explicou que o bicicletário contará com segurança, recepção, bebedouros e área para manutenção básica, ocupando uma área total de 478 metros quadrados, aproximadamente. A diária para estacionar as bicicletas será de R$ 0,80 e o local funcionará de acordo com o horário das barcas.

“Desenvolvemos um estudo para elaborar o projeto levando em consideração a quantidade de bicicletas que já param no Centro e o potencial crescimento deste número. Esse bicicletário vai ao encontro das diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana, que quer estimular o transporte alternativo e intermodal”, explica Isabela.

Ciclistas questionam a cobrança

Antes mesmo das obras se iniciarem, o bicicletário já está dando o que falar. Isso porque a cobrança de tarifa para estacionar no local tem causado polêmica entres os ciclistas. De acordo com o grupo Pedal Sonoro, a proposta inicial era fazer um espaço gratuito.

O horário de funcionamento também não agradou. O bicicletário funcionará de acordo com o horário da estação das barcas (5h40 às 23h30) e, para algumas pessoas que utilizam a bicicleta como meio de transporte, o horário das barcas já não atende tão bem a população e o bicicletário deveria ter o tempo de funcionamento estendido ou ficar aberto por 24 horas.

 


Compartilhe
Continuar Lendo
Comentários

Mais Cidade

Topo