Acesse nossas Mídias

Notícias

Propostas iniciais do túnel Charitas-Cafubá serão mantidas

Compartilhe

Responsável por construir e administrar o Túnel Charitas-Cafubá,  a concessionária Via Oceânica S/A informou que os túneis vão começar e terminar nos locais previstos no projeto inicial, ou seja, vão ligar a Avenida Prefeito Sílvio Picanço à Avenida Cruz Nunes. O Censo Florestal da área de implantação do acesso ao Túnel, que foi liberado para começo na última quinta-feira, pela prefeitura, está previsto para ser entregue em no máximo 30 dias, de acordo com o município.

O inventário será feito do lado de Cafubá e consiste na enumeração e registro completo das espécies vegetais inseridas dentro dos limites de área diretamente afetada pela implantação da praça do pedágio e pistas de rolamento. A empresa responsável pelo levantamento é a Vereda Estudos e Execução de Projetos. O investimento é de R$60.968,69.

A etapa de elaboração do Projeto Executivo tem previsão de ser concluída até o começo de 2013. De acordo com a concessionária Via Oceânica S/A, o início das obras depende da liberação da área de trabalho, das licenças ambientais e da conclusão dos processos de desapropriações. A empresa será responsável pela concessão durante o período de 35 anos a um investimento de R$ 171,5 milhões.

A concessão compreende a construção de dois túneis rodoviários de 1,35 quilômetros de extensão cada um, ligando a Região Oceânica, pelo Cafubá, às praias da Baía de Guanabara, em Charitas.

Pedágio – A tarifa de pedágio é R$ 4,50 para cada sentido, conforme estipulado no edital de licitação. O valor, segundo a empresa responsável pela gestão do túnel, é menor que o do custo dos dois litros de gasolina, gastos para percorrer o trajeto de 22 quilômetros que liga os dois bairros.

 


Compartilhe
Continuar Lendo
Comentários

Mais Notícias

Topo