Acesse nossas Mídias

Cultura

Rock combina com carnaval?

12553090_774724565964887_2023390132220203273_nPara os fãs do ritmo sessentão, o Rock combina com tudo. Se o carnaval é tempo de celebração, então por que não incorporar o gênero preferido dos trintões e quarentões? Sim, entre os mais jovens, ele vem perdendo terreno a cada dia. O Pop, o Hip Hop e outros estilos tomam todo o espaço, de forma avassaladora, fazendo com que as plateias das grandes bandas fiquem mais velhas a cada dia.

Prova de que o estilo musical ainda é muito apreciado está no fato do rock começar a aparecer em blocos de rua no carnaval fluminense – e até nos trios elétricos baianos. Em Niterói, por exemplo, o U2 foi tema do Sunday Bloco Sunday. Muito animado, o bloco juntou um grande número de foliões, que entoaram as já clássicas canções da banda irlandesa, em ritmo de samba e com muita batucada.

 

12743979_788714051232605_3057558461714023955_n

Foto/Divulgação

 

12717823_788713004566043_441283265638623231_n

Foto/Divulgação

É claro, sempre vai haver quem torça o nariz para a mistura, principalmente por que algumas letras não falam muito de festa, como é o caso da que emprestou o nome ao bloco niteroiense: Sunday Bloody Sunday, mas para quem gosta de rock e ficava em casa durante o carnaval, é uma excelente opção, como jogar quina online e acertar o prêmio principal.

Os cariocas já se acostumaram com a mistura inusitada que se popularizou com a chegada da Banda Sargento Pimenta – que arrasta multidões ao entoar diversos clássicos dos Beatles. Eles são muito bons no que fazem e agora resta observar se, em breve, blocos como do Kiss, do Led Zeppelin, do Iron Maiden ou do AC/DC serão criados.

cb_xgUfIQy

Foto/Divulgação

Sepultura em Salvador 

Este ano, a capital baiana recebeu convidados inusitados em cima do trio elétrico de Carlinhos Brown (sempre ele). As bandas Sepultura e Angra se apresentaram junto com o folclórico percussionista e compositor baiano, entoando suas músicas com os arranjos originais. Não teve mistura sonora, apenas visual: no público, haviam pessoas de camisas pretas.

Não houve nenhum tipo de conflito e quem foi só teve elogios sobre a experiência. Só resta ao público ver qual vai ser a surpresa no ano que vem!

Continuar Lendo
Comentários

Mais Cultura

  • Agenda

    MAC e Museu Janete Costa reabrem para o público neste sábado

    Por

    A Prefeitura de Niterói, por meio da Secretaria das Culturas/FAN, reabre neste sábado (08), para o...

  • Cultura

    Museu Janete Costa de Arte Popular com atrações virtuais

    Por

    O Museu Janete Costa de Arte Popular oferece até 30 de abril uma divertida programação online....

  • Cultura

    Projeto de restauração do Cinema Icaraí aprovado

    Por

    O Conselho de Patrimonio Cultural de Niterói aprovou o projeto de restauração do Cinema Icaraí. O...

  • Agenda

    Oficina Social de Teatro apresenta a comédia “A irmandade das almas”

    Por

    A Oficina Social de Teatro apresenta “A irmandade das almas”,espetáculo adaptado de alguns textos de Martins Penna. No dia da festade finados uma confusão acontece com vários núcleos da sociedadecarioca. Um homem que tira proveito dos mortos; uma moça se envolve com os problemas do namorado, que é coveiro; uma noviça que quer largar oconvento; três beatas fofoqueiras. Mantendo viva nessa encenação acomédia de costumes que foi introduzida por Martins Penna no cenárioteatral brasileiro, “A irmandade das almas” é uma comédia pra todafamília, que faz pensar sobre o lugar da mulher na sociedade, além dahipocrisia social. “Com este espetáculo, buscamos trazer sempre para a atualidade essegrande autor que foi Martins Penna que, com sua comédia de costumes,valorizou o teatro brasileiro. Como não queria escolher uma única obradesse autor utilizamos alguns textos para a montagem de uma outradramaturgia, mas respeitando os personagens de suas obras”, explica adiretora Erika Ferreira. Para este espetáculo, a OST fará uma grande campanha de formação deplateia através da oferta de ingressos gratuitos para estudantes darede pública de ensino de Niterói e pessoas ligadas a ONGs einstituições de caridade em geral. “Temos como fator prioritáriodiscutir temas que são importantes à sociedade, tendo no palco umaexcelente arma favorável à reflexão. Ao oferecer boa parte de seusingressos, a OST cumpre com um de seus pilares de missão que éoferecer teatro de qualidade a todos colaborando, com isso, comformação de uma sociedade mais justa e igualitária”, diz JoséGeraldo Demezio. SERVIÇO: 14 de dezembro de 2019 – 11h Classificação etária: Livre Duração média: 60 minutos Local: Sede da OST – Rua Saldanha Marinho, 14 – Centro – Niterói/RJ Ingressos: GRÁTIS Informações: (21) 2721-0468 REALIZAÇÃO: OFICINA SOCIAL DE TEATRO Link: http://www.ofsocialdeteatro.com/

  • Cultura

    Mais uma operação do Procon nos mercados de Niterói

    Por

    O Procon Estadual fiscalizou, na última segunda-feira (01/04), cinco estabelecimentos em Niterói e Maricá a pedido...

Topo