Categorias
NOVIDADES

CINEMA RIO FESTIVAL DE GÊNERO – SEXUALIDADE NO CINEMA 2016

8 a 13 de julho – sexta a quarta
RIO FESTIVAL DE GÊNERO – SEXUALIDADE NO CINEMA 2016
Classificação indicativa do Festival: 18 anos
Ingressos do Festival no Cine Arte UFF
Inteira – R$ 8,00 | Meia – R$ 4,00 (exceto segundas-feiras)
Segunda-feira – Promoção “Meia-entrada para todos” – R$ 4,00

O Rio Festival de Gênero no Cinema 2016 é o festival internacional de filmes de gêneros e sexualidades do Rio de Janeiro, um encontro importante para o cinema brasileiro e internacional. Durante onze dias, de 7 a 17 de julho de 2016, o Centro Cultural da Justiça Federal, Cine Arte UFF, Cine Joia Copacabana, Cine Joia Rio Shopping, Cine Odeon, Espaço Cultural BNDES e Instituto Cervantes sediam este sexto ano do festival. Cerca de 150 filmes brasileiros e internacionais foram selecionados para a programação oficial do festival.

Dia 08 – sexta-feira

19h  COMPETIÇÃO DE CURTA 7

PASSING
Canadá, 2016, de J. Mitchel Reed e Lucah Rosenberg Lee
Racismo e sexismo explorados através das experiências de três homens trans negros.

OCASO
Brasil, 2014, de Bruno Roger
Dois jovens de diferentes classes sociais se conhecem, enfrentam uma gangue de homofóbicos, se amam e vivem.

LA CARTA
México, 2014, de Ángeles Cruz
Depois de muitos anos de ausência, Lupe, uma mulher indígena, retorna para sua comunidade e reencontra Rosalia. A carta que Lupe escreveu quando elas se separaram muda o curso de suas vidas.

THE GUY FROM WORK
Canadá, 2015,  de Jean-François Leblanc
Raynald trabalha na mesma fábrica de pneus há mais de 30 anos. Numa semana nada incomum em sua vida diária de trabalho e encontro com o pessoal do hóquei, ele vai fazer a maior mudança da sua vida.

G O’CLOCK
Reino Unido, 2016, de Mitchell Marion
Alex é um paramédico que salva vidas na cena chemsex de Londres. Mas ele pode se salvar?

21h10 – COMPETIÇÃO DE CURTA 1 

DISCRETION
EUA, 2015,de Tommy Garcia
A família de um professor universitário é comprometida quando ele se apaixona por um novo aluno.

SUBMARINO
Brasil, 2015, de Rafael Aidar
Dois anos após a morte de seu companheiro, Olavo vive isolado aos 85 anos. Na solidão do luto ele se aventura pelo mundo virtual, submergindo em uma grande fantasia entre os espaços públicos e privados da internet.

TAKE YOUR PARTNERS
Reino Unido, 2015, de Siri Rodnes
Um tomboy de 8 anos de idade desafia expectativas de gênero quando é forçado a fazer um chapéu de Páscoa com as meninas na escola.

A NIGHT IN TOKORIKI
Romênia, 2016, de Roxana Stroe
Em uma discoteca improvisada chamada Tokoriki toda a aldeia celebra o aniversário de Geanina. Seu namorado e Alin vão lhe dar o presente mais surpreendente, que ninguém nunca mais vai esquecer.

Dia 09 – sábado

19h – COMPETIÇÃO DE CURTA 2

LUCID NOON, SUNSET BLUSH
EUA, 2015, de Alli Logout
Micha acaba de se mudar para O Palácio – um porão cheio de garotas queers. Elas são lindas, despreocupadas e tão jovens quanto a noite.

NASSER
Holanda, 2015,de Melissa Martens
Nasser sabe que é diferente das outras garotas da sua idade e está determinada a ser ela mesma, mesmo sem saber como reagir à pressão da sua mãe.

AINDA NÃO LHE FIZ UMA CANÇÃO DE AMOR
Brasil, 2015,  de Henrique Arruda
O sentimento de culpa e nostalgia daquele momento até pode marcar para sempre a vida de Greg e Alessandro, mas é apenas uma passagem para permitir que o amor caminhe livremente entre eles.

THE FUTURE PERFECT
Canadá, 2015,  de Nick Citton
Em algum lugar entre aquele momento e agora, um viajante do tempo desafia suas ordens e compromete um futuro que não pode esquecer.

LA ORQUÍDEA
Espanha, 2016, de Ferran Navarro-Beltrán
Um homem tem algo importante a dizer para o seu filho, mas só consegue se comunicar através de correio de voz.

21h10 – ESPECIAL TRANSCINEMA + PANORAMA INTERNACIONAL

EU VOU ME PIRATEAR
Brasil, 2015, de Daniel Favaretto e Dudu Quintanilha
Documentário híbrido que acompanha performances, vivências e depoimentos de três artistas queer na cidade de São Paulo.

WHERE THERE IS SHADE
França, 2015, de Nathan Nicholovitch
Mirinda é um crossdresser francês que vive como prostituta em Phnom Penh. Seu encontro com No Name, uma criança traficada, dá origem a um novo sentimento de paternidade.

Dia 10 – domingo

19h – COMPETIÇÃO DE CURTA 4 

EM DEFESA DA FAMÍLIA
Brasil, 2016, de Daniella Cronemberger
Vanessa e Marília formam uma família há 13 anos e são mães de três meninos. A família é obrigada a enfrentar ameaças externas. Seus direitos civis correm perigo.

DECONSTRUCCIÓN. CRÓNICAS DE SUSY SHOCK
Argentina, 2016, de Sofía Bianco
Documentário sobre Susy Shock, trans, militante, cantora e compositora.

AXIOMATIC
Canadá, 2016,de Kelly Kuperis
Uma mulher busca vingança contra o homem que matou sua esposa usando um implante axiomático que muda a forma como ela pensa que pode concretizar isto.

ELISE
EUA, 2015, de Evan Sterrett e Jo Bradlee
A vida de uma jovem mulher trans, sem-teto, sobrevivendo nas ruas de Washington DC.

AMORE PROSSIMO
Itália, 2015, de Andrea Alessandro La Bozzetta
Episódio 3: Após o treino de basquete num parque do subúrbio, Salvatore e Giuliano relaxam no gramado ao falar de mulheres e seus desejos íntimos.

LAUNDRY MOOD
Alemanha, 2014, de Sebastian Jansen
O clube de futebol profissional quer expulsar Andrej do time, por ele ser homossexual. Após a partida, o treinador o procura para falar com ele. Quem realmente precisa ser expulso?

21h10 – SOMBRIO – NOITE DOS CURTAS DE HORROR 

RICHARD & GILBERT
Alemanha, 2016, de David Sarno
Uma pequena aldeia é assombrada por terríveis estranhos assassinatos. Todas as vítimas foram mordidas um pouco antes ou depois de mortos.

CANTO DA SOMBRA
Brasil, 2016, de Thiago Kistenmacker
Jaque é cantora e compositora, e está disposta a entregar tudo para conquistar o que deseja, sacrificando o que estiver no seu caminho.

MASCARAS
Bélgica, 2016,de David San Juan
Quem já sonhou com um teste de amor? Aqui está um conto urbano sem concessões sobre o entrelaçamento de amor e vingança.

SPECIMEN
Reino Unido, 2015, de Luc Mollinger
Um jovem é levado da pista de dança para uma selva surreal sombria onde emoções e perigos espreitam.

TUTU DA LATA
Brasil, 2015,  de Vini Fernandes
Dandy faz muito feijão.

ROSE
Alemanha, 2016, de Claudio Franke
Quando Rose é solta da prisão, Marie oferece um lugar para ela dormir e trabalhar. Mas as duas têm planos completamente diferentes.

B.
Alemanha, 2015,  de Kai Staenicke
A verdadeira história de B., uma mulher dividida entre uma relação fria com K. e seus sentimentos por outra mulher.

ZERCH
México, 2015, de J. Xavier Velasco
Zerch pede para seu namorado Cano fazer algo terrível para ele. Impulsionado pelo amor, Cano concorda sem saber que está prestes a sacrificar mais do que ele imaginava.

SAUNA THE DEAD – A FAIRY TALE
Reino Unido, 2016, de Tom Frederic
Um cara se vê numa sauna no meio de uma epidemia de zumbis. A sua sobrevivência pode depender de uma coisa que ele não procurava por lá: a conexão humana.

Dia 11 – segunda-feira

19h – COMPETIÇÃO DE CURTA 6 

O CORPO NU
Brasil, 2016, de Diego Carvalho Sá
Nos bastidores de um documentário que discute a nudez e o relacionamento com o próprio corpo, o diretor se envolve com um dos depoentes.

AGUAS ABAJO
Chile, 2015, de Nicolás Tabilo
Javier acaba de terminar com seu namorado e, de volta ao Chile, sai para pescar com seu pai, seu irmão e Astor, o seu cachorro fiel. O local não é mais o mesmo, não há peixes, nem coisas para falar.

6TH GRADE SLOW DANCE
Israel, 2015, de Yotam David Cytter
É a última festa antes de todo mundo ir para escolas diferentes e Amit gostaria de dançar com seu melhor amigo Noam.

NOTES FROM THERE
EUA, 2015, de Ann Prim
Pepca e Martine são amantes e colaboradoras de dança, porém Martine é presa pela Imigração.

EN AFTEN
Dinamarca, 2016, de Søren Green
Frederik não está pronto para compreender seus próprios sentimentos e o seu recém-descoberto desejo por Mathias.

21h10 – PANORAMA NACIONAL MÉDIA-METRAGEM + PANORAMA INTERNACIONAL 

Apresentação do escritor João W. Nery

VOZERIA
Brasil, 2015,de Raphaela Comisso
Vozeria é uma “ressonância de múltiplas vozes”. O documentário leva esse nome porque articula depoimentos de oito pessoas importantes do movimento social, que trazem à tona reflexões sobre gênero, sexualidade e direitos humanos, tendo em vista os papéis que a linguagem assume na produção e manutenção de violências.

REAL BOY
EUA, 2016, de Shaleece Haas
Bennett Wallace, um amável jovem músico transexual, procura desesperadamente o amor e o apoio da sua família que ainda têm dúvidas profundas sobre a transição dele. Enquanto sua mãe se esforça para se reconciliar com as escolhas do seu filho, Bennett é tomado sob a asa do seu músico herói e luta contra seus próprios demônios.

Dia 12 – terça-feira

19h – COMPETIÇÃO DE CURTA 5 

LES MÉD– USES
Canadá, 2015, de Marc-Antoine Lemire
Um encontro de dois jovens num bar acaba em um caso de uma noite. Mas sob os lençóis, quando as peles se tocam, a solidão é mais profunda.

TRÉMULO
México, 2014, de Roberto Fiesco
Na véspera do Dia da Independência, entre os clientes de uma barbearia, os olhares de Julio e Carlos se cruzam e mais tarde eles voltam a se ver, conscientes de que este será um encontro efêmero.

GLORIA
México, 2015, de Luis Hernández De la Peña
No meio da complexa Cidade do México, um homem dirige um ônibus público durante o dia e trabalha no turno da noite personificando cantoras mexicanas em um cabaré drag.

UMA NOITE E MEIA
Brasil, 2015, de Susana Costa Amaral
Só porque vagamos sozinhas não significa que estamos chegando a algum lugar.

THE ESCAPE HATCH
Austrália, 2016,de David Willing
Uma menina anda em um restaurante vestida de Mulher Maravilha e pede uma cerveja. Um filme sobre o amor e coragem.

21h10 –  CURTAS NACIONAIS + PANORAMA INTERNACIONAL 

VERMELHO
Brasil, 2015, de Márcia Bellotti
Por meio de uma fusão entre performance, ficção e documentário, este videoarte fala sobre as amarras que constroem à força o universo feminino.

ASHES OF THE AFTERNOON (134 MORTES)
Brasil, 2015, de Márcia Bellotti
Parte de uma visão surrealista para trazer uma crítica política contemporânea sobre a violência que forçosamente envolve o dia-a-dia das pessoas transexuais no Brasil.

SISTERS OF THE PLAGUE
EUA, 2015,  de Jorge Torres-Torres
Sentindo-se mal, uma guia turística de casas assombradas procura a ajuda de uma médium, que lhe diz que ela está enfrentando um poder vingativo fora do seu controle.

Dia 13 – quarta-feira

19h –  COMPETIÇÃO DE CURTA 3

VAGABUNDA DE MEIA TIGELA
Brasil, 2015,de Otavio Chamorro
Jonas João está disposto a fazer qualquer coisa para seduzir o gato da escola. Até usar a magia de um livro amaldiçoado.

NOAM
Israel, 2015, de Boaz Foster
Um menino encontra outro na seletiva para a peça da escola, neste doce conto de primeiro amor assumido…como ator.

PASTEL DE CEREZA
Argentina, 2015, de Jessica Praznik
Sofia beija uma menina, e Maria Lujan, sua melhor amiga, está cheia de amor, mas também certa de que se apaixonar não é uma opção.

PLUTÃO
Brasil, 2015, de Daniel Nolasco
Guia turístico do Centro do Rio de Janeiro.

ALLO?
Espanha, 2015,  de Carmen Jimenez
Um avião pode voar por três semanas direto? É por isso que a namorada de Laura não ligou?

21h10 – PANORAMA INTERNACIONAL

EL DEBUT
Espanha, 2016, de Gabriel Olivares
Um grupo de atores se reúne em um workshop de interpretação. O objetivo é pesquisar, criar e desenvolver a dramaturgia de  um futuro filme. Com um roteiro inacabado, uma história de amor e touradas ao fundo, os atores do Teatro Lab e o diretor Gabriel Olivares imergem na paixão pela arte de contar histórias de emoção e verdade.