Categorias
NOVIDADES

Procon Estadual autua 10 filiais do Supermercado Guanabara

GuanabaraO Procon Estadual realizou, na noite desta terça-feira (01/12), a Operação Peitão, que fiscalizou 11 filiais dos Supermercados Guanabara no Rio, Niterói, São Gonçalo, Itaguaí e em Duque de Caxias. Dez delas foram autuadas e, em cinco delas, foram constatadas irregularidades na venda de carne moída. Apenas na loja daAvenida das Américas, 3.501, na Barra da Tijuca, não foram encontrados problemas. A operação foi feita à noite porque é geralmente neste horário que os mercados fazem promoções de carne moída, moendo o produto previamente, o que é proibido por lei em todo estado. Ao todo, 492kg e 302g de alimentos impróprios para o consumo foram descartados.

De acordo com a Lei 6.538/1983, carne só pode ser moída na presença do consumidor e após o pedido dele. No entanto, entre outros problemas, os fiscais encontraram esta irregularidade em diversas filiais da rede Guanabara: 20kg e 290g de carne já moída na filial da Estrada Intendente Magalhães, 1.236, Vila Valqueire; 18kg na filial da Rua Tenente José Dias, 460, Centro, Duque de Caxias; e 10kg de carne moída no interior da máquina de moer do Guanabara da Rua Marechal Deodoro, 360,Centro, Niterói.

Na filial daEstrada do Cafundá, 1.560, Taquara, havia 17kg e 630g de carne moída recolhidas na área de venda e dentro da moenda e 6kg e 430g de carne moída na câmara frigorífica. Além disso, os fiscais encontraram 25kg e 452g de carne bovina esverdeada, com aspecto pútrido.

O nome da operação é uma referência ao significado da palavra Guanabara no dialeto tupi guaná-pará, que significa “seio-mar”. A baía da região metropolitana do Rio ganhou esse nome por causa do seu formato arredondado, que lembra um seio.

Balanço da Operação Peitão: 

1 – Guanabara (Rua Tenente José Dias, 460, Centro, Duque de Caxias): 18kg de carne pré-moída.80kg de chã exposto fora da refrigeração e com moscas. Ausência de certificado de aprovação do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para a apresentação.

2 -Guanabara (Estrada Intendente Magalhães, 1.236, Vila Valqueire): 20kg e 290g de carne já moída.172kg e 260g de aparas de carne para serem moídas. 48kg de lombinho armazenado fora da especificação do fabricante.Câmaras precisando ser reformadas, mercadorias sobrepostas e em contato com o chão. Os fiscais deram um prazo de 7 dias para regularização.Reclamações no Livro de Reclamações com datas de 16/08/2015, 21/08/2015 e 20/10/2015 não enviadas ao Procon (o prazo é de 30 dias).

3 – Guanabara (Estrada do Cafundá, 1.560, Taquara): 25kg e 452g de carne bovina esverdeada, com aspecto pútrido. 17kg e 630g de carne moída encontrada em área de venda e dentro da moenda. 6kg e 430g de carne moída encontrada na câmara frigorífica.1kg e 540 g de pernil vencido em 16/11/2015.

4 – Guanabara (Rua Adolfo Bergamini, 113, Engenho de Dentro): 15kg de linguiça de frango vencida na área interna. 10kg e 700g de picanha bovina vencida na área de vendas. 4 reclamações registradas no Livro de Reclamações não enviadas no prazo de 30 dias. Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para apresentação, sob pena de Interdição.

5 – Guanabara (Rua Felipe Cardoso, 1.470, Santa Cruz): 7kg de carne moída na área de vendas.

6 – Guanabara (Avenida Cesário de Melo, 10.809, Paciência): Reclamação registrada no Livro de Reclamações em 30/04/2015 (o prazo para envio é de 30 dias). Ausência do certificado de dedetização válido. Os fiscais deram um prazo de 15 dias para a apresentação.

7 – Guanabara (Rua Marechal Deodoro, 360, Centro, Niterói):10kg de carne moída na máquina de moer.

8 – Guanabara (Rua Dr. Curvelo Cavalcanti, 758, Itaguaí): Reclamação registrada no Livro de Reclamações em 21/10/2015 não enviada no prazo de 30 dias.

9 -Guanabara(Avenida Jornalista Roberto Marinho, 221, Mutondo, São Gonçalo): 3 reclamações no Livro de Reclamações não enviadas ao Procon-RJ.

10 – Guanabara (Avenida Dom Hélder Câmara, 8.403, Piedade): Produtos vencidos na área interna:12kg e 500g de contra filé,40kg e 500g de fraldinhae 11kg de salsicha. 3kg de fraldinha vencida em 23/10/2015 na área de vendas. Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais deram um prazo de 48 horas para apresentação, sob pena de Interdição.