Categorias
NOVIDADES

Prefeito promete investimento de R$ 500 Milhões na Região Oceânica

611638Em reunião com moradores do bairro de Piratininga, na última sexta-feira, 26, o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, confirmou que a Região Oceânica receberá cerca de R$ 500 milhões de investimentos até 2016. Segundo Rodrigo, a receita será aplicada nas obras de pavimentação e drenagem, implantação da Transoceânica, além das construções do túnel Charitas – Cafubá e do Centro Integrado de Segurança Pública (CISP).

A confirmação foi feita durante a quarta edição do projeto “Diálogos com a Região Oceânica”, que aconteceu na quadra poliesportiva da escola municipal Portugal Neves, no trevo de Piratininga. Mesmo com a chuva e o frio, cerca de 100 moradores ouviram as explicações do prefeito sobre os projetos que implantará na região e levaram suas reivindicações e sugestões de melhorias na região.

O projeto “Diálogos com a Região Oceânica“ vem debatendo com moradores temas como saúde, abastecimento de água, luz, proteção ambiental, serviços em geral , mobilidade urbana, transporte, entre outros temas, promovendo um debate sobre as ações do programa bairro novo- lançado em  parceria com o governo do estado para drenagem , pavimentação, sinalização e reurbanização de 150 ruas da Região Oceânica, até o final de 2016-, num investimento  de R $ 88 milhões em 56 quilômetros de via. Mais de mil moradores já participaram dos  encontros com o prefeito e secretariado na região.

“A região ficou abandonada por muito tempo, mas eu assumo o compromisso com os moradores de trabalhar pela região oceânica. Graças ao diálogo com o governo do estado governo e federal estamos trazendo esses investimentos. Com o Bairro Novo  vamos trabalhar 150 ruas, mas a região tem  250  e todas constam como asfaltadas na prefeitura  e não estão.Conseguimos então com o Ministério do planejamento mais  R$ 185 milhões e até o final de 2016  todas as ruas da região estarão asfaltadas.”, garantiu o prefeito.

Rodrigo enfatizou que os investimentos na região incluem ainda R$ 300 milhões com a implantação do sistema transoceânico de transporte e mobilidade urbana incluindo o túnel de  Cafubá- Charitas, construção de sete estações e utilização dos ônibus acoplados, os ligeirinhos. Além disso, serão aplicados mais R$ 30 milhões  para a construção do Centro Integrado de Segurança Pública (CISP). Este será um espaço de troca de informações estratégicas entre diversas forças policiais. Além disso, o CISP vai monitorar toda a cidade através de cabeamento de fibra ótica, com o objetivo de diminuir a criminalidade.Serão quase 300 câmeras monitorando a cidade.