Categorias
NOVIDADES

TEATRO Olívia e Francis Hime homenageiam Vinicius de Moraes em show “Sem Mais Adeus” no Teatro Municipal

1578_flyerServiço

“Sem mais Adeus” – Olivia e Francis Hime
Data: Sexta, 14 de agosto de 2015
Horário: 20h
Ingressos: R$70 | Meia-entrada: R$35
Duração: 90 min
Classificação etária: livre

Teatro Municipal de Niterói
Rua XV de Novembro, 35, Centro, Niterói
Tel: (21) 2620-1624

O Teatro Municipal de Niterói abre suas portas para o show “Sem Mais Adeus”, uma homenagem de Olívia e Francis Hime ao compositor Vinicius de Moraes, na sexta, dia 14 de agosto de 2015, às 20h. Acompanhado por Olivia, Francis traz para o palco canções que compôs ao lado do poetinha, além de parcerias de Vinicius feitas com Tom Jobim, Carlos Lyra, Baden Powell e Toquinho.

Com direção de Flávio Marinho e arranjos do próprio Francis, a apresentação passeia por vários momentos do nosso ilustre poeta. São canções e sambas, alguns muito conhecidos, como “Insensatez”, “Samba da Benção”, “Pela Luz dos Olhos Teus” e “Chega de Saudade”, além de outras composições preciosas. O show já foi apresentado na Finlândia, Noruega, Alemanha, China, em espetáculo fechado para o Itamaraty, no Rio de Janeiro e em Fortaleza, sempre encantando os mais diversos públicos. Na apresentação, Olivia também traz alguns poemas de Vinicius para o palco, reverenciando ainda mais a vasta obra desse artista.

Parceiro de Vinicius de Moraes desde os anos 60, quando fizeram juntos a música que dá nome ao show, e incentivado pelo poeta aos 16 anos de idade a seguir a carreira de músico, Francis Hime deixa de lado o seu imenso e importantíssimo repertório autoral para homenagear o amigo, que faria 102 anos em outubro de 2015.

Olívia, por sua vez, conheceu Vinicius muito cedo, quando ele passava fins de semana na casa de seus pais em Petrópolis. Nos anos 70, a convite do compositor, a cantora fez parte do “coro familiar”, composto também por Cristina Buarque e Georgiana de Moraes, do memorável show do Canecão, que reuniu Vinicius, Toquinho, Miúcha e Tom Jobim numa longa temporada. Unidos na vida, na música e no amor por Vinicius, Olívia e Francis montaram um show amoroso, para emocionar a todos os presentes.

Francis Hime

Compositor, cantor, pianista, arranjador e maestro, Francis Hime é uma orquestra. Representante de umas das grandes gerações de compositores surgida no Brasil depois de Noel Rosa, Ary Barroso, Lamartine Babo, Braguinha, Ismael Silva e tantos outros, Francis assumiu o papel de um dos principais protagonistas da música popular brasileira a partir da primeira metade dos anos 60.

Estudou piano desde os seis anos de idade, no Conservatório Brasileiro de Música e em 1963, começou a sua parceria com Vinicius de Moraes. O artista também trabalhou em composições que receberam interpretações de cantores como Elis Regina, Chico Buarque e Roberto Carlos, além de ter participado de diversos festivais de música e composto trilhas para o cinema e para o teatro ao longo de sua carreira.

Conhecido como um dos mais talentosos compositores do Brasil, Francis é especialmente dotado por uma versatilidade em compor sobre vários ritmos, escrevendo sambas, frevos, modinhas, calangos, choros, etc, tendo mais de 20 trabalhos lançados no mercado fonográfico.

Olivia Hime

Olivia Hime começou sua carreira cantando ao lado de Miúcha e Telma Costa, apresentando-se num show de Vinicius de Moraes e Tom Jobim. Casada com seu parceiro de palco neste show, ela temia não ser aceita como cantora, pois esbarrava no rótulo de ser “a mulher do Francis” ou por ser amiga de nomes importantes da MPB, como Chico Buarque e Tom Jobim. Tendo produzido, primeiramente, o álbum “Passaredo”, de Francis, participado de alguns shows dele ou cantando timidamente em faixas de seus discos, aos poucos, Olivia foi ocupando seu própio espaço como artista.

O primeiro LP produzido por Dori Caymmi tinha cinco composições de Olivia, em parceria com Francis. Mais que simplesmente uma cantora, Olivia vem desenvolvendo trabalhos originais, sempre procurando não ser associada a um só estilo de música. Entre os discos de carreira, gravou “A Música em Pessoa”, musicando os poemas de Fernando Pessoa. Em 1987, foi a vez de homenagear Manuel Bandeira. Em 1998, depois de seis anos de pesquisa em cima da obra de Chiquinha Gonzaga, Olivia lançou “Serenata de uma Mulher — Olivia Hime Canta Chiquinha Gonzaga”. Nos últimos anos, vem atuando como produtora e cantora, ao lado de Francis e de nomes como Chico Buarque, Carlos Lyra e Edu Lobo.