Categorias
NOVIDADES

Niterói também enfrenta epidemia de dengue

Número de doentes na cidade já chega a quase 400 por grupo de 100 mil habitantes

A Prefeitura de Niterói informou nesta quarta-feira que o município também enfrenta uma epidemia de dengue, assim como o Rio de Janeiro. O número de casos da doença na cidade chegou a 398,4 a cada 100 mil habitantes ao mês — de acordo com o Ministério da Saúde, quando este índice passa dos 300, já é caraterizado o estado epidêmico. Este ano, até o dia 25, a Prefeitura de Niterói notificou 1.951 casos de dengue e uma morte pela doença.

Assim como na capital, o vírus predominante em Niterói é o tipo 4. A presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gisela Motta, determinou prioridade ao atendimento de pacientes com suspeita da doença em todas as unidades hospitalares do município, que conta com seis salas de hidratação específicas para o tratamento de pessoas com sintomas da dengue.

Em uma delas, a Policlínica Regional Doutor Sérgio Arouca, no bairro de Santa Rosa, foi registrado ontem um caso curioso: patroa e empregada infectadas ao mesmo tempo. Rosilene Soares, a doméstica, começou a se sentir mal no início da semana. “Amanheci na terça-feira com dores, mas achei que fosse gripe por causa da chuva do dia anterior. Piorei bastante na quarta-feira e resolvi vir aqui hoje (ontem)”, contou.

Andreia Aloi, a patroa, que mora em Santa Rosa, acha que os focos do mosquito Aedes aegypti estão em obras. “A gente não vê o mosquito, nem muitos focos nas ruas. Mas há muitas construções. Os criadouros devem estar nestas obras”, opinou.

A FMS também afirma ter intensificado as operações de combate à proliferação do mosquito. Entre elas, estão as desempenhadas por 500 funcionários que participaram de treinamento para identificar e prevenir focos do inseto.

No município do Rio, já houve 12 mortes e os infectados em 2012 são 59.435. Em todo o estado, já são 76.064 doentes este ano, segundo boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde.

Fonte: O Dia