Categorias
NOVIDADES

CIDADE Programa Recicla Niterói inaugura Centro de Ofícios da Reciclagem nesta quarta-feira

IMG_0019-cO Programa Recicla Niterói vai inaugurar, nesta quarta-feira (20/04), o seu primeiro Centro de Ofícios da Reciclagem. O espaço, que irá funcionar na Escola Estadual Benjamin Constant, localizada no bairro do Barreto, na Zona Norte, vai abrigar oficinas de música, moda e design de mobiliário. Na última sexta-feira, alunos e interessados em participar dos cursos foram até a escola para conhecerem o programa e puderam ver como a criatividade é capaz de transformar lixo em produtos que podem ser comercializados. 

Com a implantação do programa, a meta é que Niterói chegue a mais de 6,5% de reciclagem do lixo coletado – um dos maiores índices do país. Atualmente, são coletadas, por dia, aproximadamente 565 toneladas de resíduos domiciliares e 200 toneladas de resíduos públicos, sendo reciclados, apenas, 3% a 5% do montante.

Coordenadora do curso EcoDesign, Viviane Martins explica que os alunos vão aprender sobre o reúso de materiais e também a criar peças diferenciadas, com valor agregado. Todo o mobiliário da  escola Benjamin Constant, que estava desativada, será utilizado nas oficinas.

Já no EcoMúsica, latas, latões, tonéis, frigideiras, entre outros materiais, são transformados em instrumentos de percussão, como caixa, surdo, bumbo e chocalho. Juntamente com a construção desses instrumentos, o aluno também aprenderá teoria musical e percussão. Regina Café, coordenadora, fez uma apresentação musical utilizando os instrumentos reciclados.

No EcoModa, os alunos aprendem que, com alguns retalhos e as técnicas adequadas, é possível criar saias, camisas, calças, vestidos, bolsas e outros acessórios.

“O EcoModa pensa industrialmente, criando novos produtos para o mercado. Com isso, resolvemos o lixo no campo industrial, de forma sustentável e com pouca quantidade de matéria-prima”, afirma Almir França, coordenador do EcoModa.

O projeto Niterói Ecocultural, que administra o Recicla Niterói, é uma parceria da Prefeitura Municipal, por meio da Fundação de Arte de Niterói (FAN), com a Secretaria de Estado do Ambiente e o INEA. O secretário municipal de Cultura, Arthur Maia, o subsecretário de Cultura, Claudio Salles e a geógrafa Dionê Castro, coordenadora do Recicla Niterói pela Vice-Prefeitura, participaram do encontro com os futuros alunos das oficinas.  Para Maia, o projeto representa a utilização da cultura como forma de  transformação da sociedade.

“Lutamos muito para concretizar o Niterói EcoCultural. Com certeza, é um projeto que vai crescer ainda mais ao ser incluído no Recicla Niterói”, disse o secretário.

Sede de cooperativas

A antiga Escola Estadual Benjamin Constant, que estava em processo de  desativação, além das oficinas, também vai abrigar diversas cooperativas: de resíduos sólidos urbanos, de óleo vegetal, de mobiliário descartado e de produtos orgânicos e jardinagem. Além do EcoCultural, o programa Recicla Niterói vai implantar outras iniciativas, como o fomento de cooperativas de catadores de resíduos; campanha em todo o município para a separação de resíduos na origem; construção e equipagem de galpões (Centros de Tratamento de Resíduos Recicláveis– CTRR) em diversas regiões da cidade, como Grota, São Lourenço e Região Oceânica.

 

Serviço

Inscrições no local, na Travessa Capitão Mario Tinoco S/N – Barreto, e no Campus Avançado, que fica na Rua Coronel Tamarindo, N:61 – Gragoatá.
Telefones: 2721-4373 / 2721-4374