Categorias
NOVIDADES

Saiba escolher o peixe certo!

Peixe bom é Peixe fresco!

Robalo, Namorado, Dourado, Linguado… Esses nomes são familiares? Se sim, você provavelmente é um apreciador de peixes e frutos do mar. Mas, você saberia distinguir a enorme diferença entre um peixe fresco e um velho?

Sejam crus ou prontos, os alimentos que vêm do mar devem ser analisados com muito cuidado. Os peixes frescos possuem sabor e textura inigualável, além de serem seguros para o consumo, principalmente quando se trata de comida japonesa. O problema é que nem sempre conseguimos perceber esse frescor. Por isso existem diversas formas de escolher. Guelras vermelhas, olhos brilhantes, cheiro suave, pele flexível… Mas não se engane, muitas vezes encontramos peixes com essas características no mercado, mas na verdade estes já saíram do mar há dias, às vezes semanas, e na verdade estavam habitando congeladores por aí. De fato a câmara negativa mantém muito da estrutura da proteína e torna o alimento livre de organismos nocivos, mas será que o sabor continua o mesmo?

Dicas: Chegar ao mercado de peixe São Pedro entre 4h e 5h AM. É a hora que as mercadorias estão chegando e os espertos estão comprando. O horário não é muito bondoso, mas vale a pena o sacrifício. Megalomaníacos, cuidado, não cresçam os olhos nos bichos enormes, eles provavelmente terão uma carne fibrosa em decorrência da sua velhice.

Curiosidade: Você sabia que o Wasabi, além de dar sabor, é um antídoto contra a intoxicação alimentar? Por isso o seu uso concomitante com os alimentos crus da cozinha japonesa.

Onde Comer? O Restaurante Gruta de Santo Antônio oferece frutos do mar realmente frescos, destaque para o Cherne na brasa. (Rua Silva Jardim, 148).
Já o Tantra, na subida da Estada Fróes, embora a ideia do grill central, onde cada um monta o seu prato, seja interessante, mas  confusa, o Buffet japonês vale a pena pela qualidade, preço, ambiente e vista espetacular.

PRATO DO DIA – Linguado na manteiga com purê de banana da terra (Serve duas pessoas)

Ingredientes:
– 4 filés de linguado
– Sal
– Pimenta branca
– 1 xícara de farinha de trigo
– Azeite
– 2 colheres de sopa de manteiga
– 1 colher de sopa de alcaparras
– 2 xícaras de Champignon fresco (Encontra no Pão de Açúcar ou Hortifrutti)
– ½ kg de camarões VM limpos
– 1 limão
– Manjericão a gosto
– 4 unidades de banana da terra maduras
– 1 dente de alho amassado

Modo de preparo:

Temperar os filés com sal, pimenta branca e passar na farinha dos dois lados. Bater delicadamente com as mãos para cair o excesso de farinha. Em uma frigideira, colocar pouco azeite e selar os filés em fogo médio. Reservar em um prato com papel alumínio.

Temperar os camarões com sal, pimenta branca e alho. Cortar os cogumelos em quatro. Aquecer bastante uma frigideira com azeite e saltear os cogumelos até que fiquem dourados. Temperar com sal e reservar. Na mesma frigideira, colocar um pouco mais de azeite e saltear os camarões rapidamente, só até eles ganharem cor (o cozimento será finalizado depois). Reservar.  Ainda na mesma frigideira, abaixar bastante o fogo e acrescentar a manteiga junto com um pouco de azeite. Quando começar a borbulhar, colocar as alcaparras, o suco do limão, os camarões e os cogumelos. Finalizar a cocção dos camarões por 4 minutos e colocar folhas de manjericão fresco. Temperar com sal se preciso.

Para o purê de Banana da terra:

Cortar os lados das bananas no sentido vertical, desprezando o miolo. Colocá-las dentro de uma panela com um pouco de água (mais ou menos uma xícara) e deixar cozinhar em fogo baixo, até que fiquem macias. Amassar com um garfo e finalizar com uma colher de chá de manteiga.

Dispor os filés de peixe no prato com o molho de manteiga por cima.

Dúvidas, críticas ou sugestões? Escrevam para mim, meu e-mail é: [email protected]

Até semana que vem!