Categorias
NOVIDADES

Projeto de reforma do Cine Icaraí terá ajuda de estudantes

A restauração e reestruturação do antigo prédio do Cinema Icaraí custará cerca de R$ 50 milhões. Esta é a estimativa da Universidade Federal Fluminense (UFF), que adquiriu o imóvel no fim do ano passado para transformá-lo em um centro cultural que abrigará cinema, o corpo de balé de Niterói e a Orquestra Sinfônica Nacional (OSN). A ideia é que o projeto de reforma seja elaborado por estudantes de arquitetura e engenharia. Em no máximo três meses a universidade pretende lançar edital para selecionar propostas dos universitários. Após a escolha, a UFF fará a captação dos recursos junto ao Ministério da Cultura e empresas parceiras, para só então fazer a licitação para as obras.

No início do ano o Cine Icaraí foi cercado por tapumes e desde então o Departamento de Arquitetura e Engenharia da UFF vem realizando estudo de viabilidade. Mas esse estudo apontou uma divergência com a planta fornecida pela antiga proprietária do imóvel, devido à obras que já haviam sido realizadas no edifício, o que atrasou o trabalho. Além disso, somente este mês a equipe teve acesso ao processo de tombamento do prédio.

O reitor, Roberto Salles, reconhece as cobranças para que as obras sejam iniciadas o quanto antes, mas salienta que é preciso fazer um planejamento adequado para que a cidade possa usufruir de um espaço cultural de qualidade.

Como o prédio do Cine Icaraí é tombado, para que as obras sejam iniciadas o projeto, depois de escolhido, ainda terá que ser aprovado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac). Mas para o reitor este processo não deverá causar mais atrasos, já que a UFF formou uma comissão para ajustar todos os detalhes.