Categorias

ÚLTIMAS NOTÍCIAS Lago de Histórias na Flinit 2018

Contação de histórias e sessão de autógrafos marcam a participação de escritoras infantojuvenis em evento na cidade

Para compor o cenário dominado por literatura para todos os gostos e a reunião de escritores, leitores e editoras, Helena Lima, Isabelle Borges e Ana Luiza Figueiredo, da Editora Lago de Histórias, participam da Feira Literária de Niterói, de 30/11 a 2/12, no Praia Clube São Francisco (Estrada Leopoldo Fróes, 700 – São Francisco), com entrada franca.

A editora da Lago, Helena Lima, autora de nove infantojuvenis publicados, dois dos quais (Soldado A moça artista do topo do morro) selecionados pelo PNLD este ano, participa de três sessões de contação de histórias no Salão Infantil: na sexta-feira, 30, e no sábado, 1, às 14h; e no domingo, 2, às 10h.

Também na sexta-feira, Isabelle Borges, vencedora da I Seleção de Originais da Lago de Histórias, faz sessão de autógrafos da sua Bilica Chorona, às 18h, no Ponto de Lançamento da Feira. O livro é um convite para compreender e lidar com as emoções, sob o ponto de vista de uma menina, que ao não saber lidar com elas, chorava.

Para a educadora e observadora de mundo Isabelle Borges, a percepção do pranto, que se inicia na infância, e o modo como ele percorre nosso corpo até chegar a vida adulta é uma temática para todas as idades. Bilica Chorona, que tem quarta capa de Edna Bueno e ilustrações de Taline Schubach, não é sobre a vida da autora, mas ela acredita que as histórias sempre levam um pedaço do escritor amarrado nas palavras. “Foi da memória do dia que descobri que minha mãe chorava que nasceu a inspiração para este livro”, conta Isabelle, chamada na infância de Bilica por seu avô.

No sábado, às 15h, a pedagoga, escritora e editora Helena Lima autografa, junto com Ana Luiza Figueiredo, o lançamento mais recente da Editora: Contos de Encantar o Céu,  que  foi escrito por elas e por Angela Leite de Souza, e ilustrado por Lucia Brandão.

– A ideia é brincar com os elementos da natureza como protagonistas das histórias. Dessa forma, lançamos mão de recursos metafóricos para tratar das emoções e conflitos humanos, conta Helena.

As autoras lançam mão da delicadeza para brincar com a neblina, a chuva, o sol, o vento, os trovões, os raios, a tempestade, as nuvens, e conduzir o leitor a uma viagem repleta de fantasia, encantamento, descobertas e reflexões cheias de profundidade através de contos.

Comments ( 1 )

Leave a Comment

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>