Categorias
NOVIDADES

HOSPITAL ORÊNCIO DE FREITAS ABRIRÁ MAIS DUAS ENFERMARIAS COM 12 LEITOS

Após período em que foi administrado por uma comissão interventora, o Hospital Municipal Orêncio de Freitas (HOF), já com novo diretor oriundo dessa nova equipe, o médico Modestino Salles, vem realizando inúmeras modificações com objetivo de conferir maior agilidade aos procedimentos, médico e cirúrgico, aumentado a qualidade dos serviços oferecidos à população. O fato vem sendo comprovado por meio de pesquisas de satisfação dos usuários. A abertura de mais duas enfermarias nos próximos 15 dias, com a colocação de mais 12 leitos, será um dos avanços, além de outros que já foram executados.

Previsto para setembro, também está programado um mutirão para a realização de mais 80 cirurgias por mês, além das 130 que já serão realizadas nesse período. Isso se deve a uma parceria firmada pela presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), secretária Gisela Motta de Miranda, com o Governo do Estado e os municípios que integram a Região Metropolitana II.

De acordo com entendimentos entre os órgãos envolvidos, caberá ao Governo do Estado a montagem de mais um sala de cirurgia, para ampliar o número das salas já existentes e que no momento são três. Já o HOF, por meio da FMS, ficará com a responsabilidade do custo de todas as cirurgias e os municípios parceiros contribuirão com anestesistas e técnicos de enfermagem em 10 turnos, manhã e tarde, para o funcionamento normal de uma sala de cirurgia. O município de Maricá Já confirmou essa colaboração.

Outras benfeitorias – A comissão que dirigiu o HOF preocupou-se inicialmente em agilizar os exames pré-operatórios e os insumos para a realização das cirurgias, com compras, entregas e pagamentos rápidos para facilitar o andamento dos procedimentos. Com esse mesmo objetivo, a direção procura repor os profissionais necessários, na medida da possibilidade da FMS.

Todos os leitos do hospital estão cem por cento aptos a receber o número de pacientes possíveis. As enfermarias receberam pequenas reformas, realizadas pela própria unidade, assim como a que ocorreu no refeitório.  Mas, já há uma solicitação junto à Empresa de Obras Públicas (Emusa) para uma reforma maior.