Categorias
NOVIDADES

Exposição “Memórias do Valongo”

foto-02

Exposição “Memórias do Valongo: capoeira, identidade e diversidade”

SERVIÇO:
Dia: De 03 a 30 de setembro de 2013
Horário: 10h às 18h (de terça a domingo)
Local: Museu Janete Costa de Arte Popular (Rua Presidente Domiciano, 178-182, São Domingos)
Entrada: Gratuita
Informações: (21) 2705-3929

 

A exposição “Memórias do Valongo: capoeira, identidade e diversidade”, com fotografias de Maria Buzanovsky, peças do acervo arqueológico relacionadas as escavações do Cais do Valongo e coleção de objetos de capoeira do Mestre Dois Cruzeiros (Athayde Parreiras Neto), será aberta no próximo dia 1º de setembro, domingo, às 15h, no Museu Janete Costa de Arte Popular. Na ocasião, haverá também o lançamento do evento “A Roda no Museu”, com a participação do ator e diretor teatral Amir Haddad.

O público vai poder conferir imagens de rodas de capoeira registradas pela premiada artista niteroiense Maria Buzanovsky, instrumentos de capoeira confeccionados pelo Mestre Dois Cruzeiros, além de objetos relacionados às recentes descobertas arqueológicas do Cais do Valongo, no Centro do Rio de Janeiro, antigo escoadouro de africanos, na fase final do tráfico escravagista. O Cais do Valongo, lugar de relevante destaque na memória afro-brasileira, por onde passou cerca de meio milhão de africanos, é onde hoje são realizadas as Rodas de Capoeira do Kabula Rio, grupo que integra o Coletivo de Capoeira Conexão Carioca, cuja Roda é usada como forma de ativar este episódio da história, da memória e da cultura negra no Brasil.

A revitalização da região portuária carioca revelou parte importante dessa história. Durante as escavações, foram descobertos os dois ancoradouros, um sobre o outro, onde foi achada uma grande quantidade de objetos de uso pessoal, especialmente amuletos e objetos de culto vindos do Congo, Angola e Moçambique. Entre os materiais encontrados e que estão sendo catalogados, estão partes de calçados, pratos, cacos cerâmicos, jogos de búzios para prática religiosa dos escravos e botões feitos com  ossos, além de adornos pessoais confeccionadas pelas escravas com fibra de piaçava.

A abertura da exposição “Memórias do Valongo” vai inaugurar também o evento “A Roda no Museu”, onde diversos grupos de capoeira de Niterói e coletivos de artistas populares deverão se apresentar no espaço interno do Museu Janete Costa. A primeira roda será comandada pelo ator e diretor Amir Haddad, que tem história marcada pela atuação junto a grupos alternativos e que promoverá a ocupação do Museu com performances de capoeira e outras expressões de matrizes culturais das mais diversas, que têm a Roda como inspiração e/ou suporte.