Categorias
NOVIDADES

Ex-Presidentes da Emusa são convocados para a CPI dos Ônibus

guianiteroiEx-presidentes da Empresa Municipal de Moradia Urbanização e Saneamento (Emusa), José Roberto Mocarzel e Filinto Branco (respectivamente na foto), fazem parte de uma lista de oito convocados pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI dos Ônibus), que investiga o transporte público em Niterói, em relação a contratos e valores arrecadados pelo município e pelas empresas na última década.

Além dos ex-presidentes da Emusa, serão chamados para prestar esclarecimentos o presidente do Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro(Setrerj), Marcelo Gonçalves; Jacob Barata Filho e João Carlos Félix, representantes do consórcio TransOceânico; e João dos Anjos Soares, Aquilino Parente Fernandes e Francisco José Soares, do Consórcio TransNit.

As datas das reuniões e a ordem dos convocados ainda não foram definidas pela Comissão. Também foi aprovado o cronograma dos encontros, que serão sempre as segundas-feiras. Em setembro, acontecerão duas reuniões por semana para depoimentos. No dia 5 de novembro haverá a votação do relatório final. Caso não esteja concluído, os vereadores poderão prorrogar os trabalhos por mais 90 dias.

CPI dos Ônibus –  Aprovada na Câmara Municipal de Niterói com sete assinaturas, em 27 de junho, a proposta da CPI dos Ônibus integra a pauta apresentada num Manifesto assinado por 10 entidades de Niterói, entre elas Sou Niterói, OAB, Fórum de Transparência. O objetivo é investigar as relações entre poder público e as empresas de ônibus, divulgando as planilhas de custo e revendo os contratos.

Os vereadores que assinaram o documento a favor da Comissão Parlamentar de Inquérito foram Bruno Lessa (PSDB), Pastor Ronaldo (PTN), Henrique Vieira (PSOL), Renatinho (PSOL), Paulo Eduardo Gomes (PSOL), Leonardo Giordano (PT) e Tânia Rodrigues (PDT).