Categorias
NOVIDADES

Eriberto Leão estreia “Jim” no Teatro Abel

DSC1891gPeça teatral “JIM”

SERVIÇO:
Dia: De 06 a 08 e de 13 a 15 de setembro
Horário: sexta e sábado 21h e domingo 20h.
Local: Teatro Abel  (Rua Mário Alves, 02, Icaraí)
Entrada: R$70/ Meia R$35
Informações: (21) 2195-9800

Música, inquietação, poesia, caos, simbologia, teatro. JIM, um espetáculo-show não biográfico inspirado na obra poética de um dos maiores ícones do rock, Jim Morrison estreia no Teatro Abel, para curta temporada.

O espetáculo idealizado por Eriberto Leão e produzido pela Barata Comunicação se baseia no legado poético e simbólico deixado pelo vocalista do The Doors. Através do texto de Walter Daguerre, da direção de Paulo de Moraes e da interpretação de Eriberto Leão e Renata Guida, acompanhados de 3 músicos tocando ao vivo, o espetáculo mostra um homem que não conheceu Jim Morrison mas que, entretanto, teve sua vida pautada por suas ideias e ideais. Costurado por 10 canções do The Doors como “Light my fire”, “The End”, “Rides on the storm”, cantadas ao vivo por Eriberto, a trama mostra o conflito interno do personagem que busca um acerto de contas.

Com um texto que perpassa por conceitos de mitos pagãos e arquétipos, além de uma abordagem que dá enfoque ao lado poético e simbolista de Morrison, “JIM” não busca ser um espetáculo biográfico mostrando a vida do cantor ou a figura polêmica do astro de rock, a peça vai além trazendo as referências ideológicas de Morrison por meio de seus versos e percepções, e também através de seus ídolos, grandes nomes da literatura que o influenciaram como William Blake, Baudellaire, Rimbaud, Nietzsche, entre outros. “Quando comecei a pesquisar descobri um Jim Morrison que não imaginava e que muita gente não sabe quem é, então vimos que precisávamos trazer uma outra idéia do Jim para o público”, revela Daguerre complementado por Eriberto, “o Jim era acima de tudo um poeta. O rock chegou pra ele através da poesia e do cinema, então o grande objetivo da peça é ser coerente com a obra poética do Jim Morrison, a preocupação é essa”.