fbpx
Acesse nossas Mídias
dsc_6437_chico_peixoto_0

Cultura

Ciência sem Fronteira abre mais 100 mil bolsas

Compartilhe

portugal-suspenso-programa-ciencia-sem-fronteiras-noticiasEm nova etapa, o Programa Ciência sem Fronteiras deve oferecer mais 100 mil bolsas em instituições de ensino estrangeiras, de 2015 a 2018, de acordo com anúncio feito, ontem, pela presidenta Dilma Rousseff. Lançado em 2011, o programa tinha por meta a concessão de 101 mil bolsas – 75 mil bancadas pelo setor público e 26 mil por empresas privadas. Até o momento, foram efetivadas 83.184 bolsas. De acordo com Dilma, a meta será cumprida com as chamadas que serão lançadas em setembro deste ano. Hoje, foram assinadas 5,2 mil bolsas por empresas, das quais 5 mil pela Petrobras.

“Cada vez mais esse programa vai ter uma interface com todos os demais programas de formação educacional e produção científica e tecnológica do Brasil. Foi feito para garantir ao Brasil condições de gerar, aqui, inovação”, disse.

Ela destacou a importância do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no contexto do programa, uma vez que para participar do Ciência sem Fronteiras é preciso tirar no mínimo 600 pontos no exame. “Essa é uma das portas dos caminhos abertos pelo Enem”, ressaltou. Para participar, é preciso também proficiência em uma segunda língua.

O ministro da Educação, Henrique Paim, apresentou um balanço do programa, e disse que do total de bolsas ofertadas, 52% são nos diferentes ramos de engenharia. “É um avanço para o país, que muitas vezes não consegue avançar nessas áreas”. O programa é desenvolvido pelo Ministério da Educação, em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. O MEC distribui 65% das bolsas, via seleções da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Paim também destacou a contribuição dos pesquisadores estrangeiros ao Brasil. “A vinda dos estudantes do exterior nos mostrou que temos que avaliar e refletir em torno do nosso ensino superior. Eles dão ênfase à parte prática, e este é um esforço que estamos fazendo”.

O objetivo do programa é promover a mobilidade internacional de estudantes e pesquisadores, e incentivar a visita de jovens pesquisadores altamente qualificados e professores seniores ao Brasil. O Ciência sem Fronteiras oferece bolsas, prioritariamente, nas áreas de ciências exatas, matemática, química e biologia, engenharias, áreas tecnológicas e da saúde.

Fonte: Agência Brasil


Compartilhe
Continuar Lendo
Comentários

Mais Cultura

  • Museu_de_Arte_Contemporânea Museu_de_Arte_Contemporânea

    Agenda

    MAC e Museu Janete Costa reabrem para o público neste sábado

    Por

    CompartilheA Prefeitura de Niterói, por meio da Secretaria das Culturas/FAN, reabre neste sábado (08), para o...

  • MJCAP-_expo-Ceará-Terra-que-Ilumina_foto-Luiz-Ferreira_0020tr-680x1024 MJCAP-_expo-Ceará-Terra-que-Ilumina_foto-Luiz-Ferreira_0020tr-680x1024

    Cultura

    Museu Janete Costa de Arte Popular com atrações virtuais

    Por

    CompartilheO Museu Janete Costa de Arte Popular oferece até 30 de abril uma divertida programação online....

  • AA AA

    Cultura

    Projeto de restauração do Cinema Icaraí aprovado

    Por

    Compartilhe O Conselho de Patrimonio Cultural de Niterói aprovou o projeto de restauração do Cinema Icaraí....

  • A Irmandade das Almas_FotoBernardo Marques (1) A Irmandade das Almas_FotoBernardo Marques (1)

    Agenda

    Oficina Social de Teatro apresenta a comédia “A irmandade das almas”

    Por

    CompartilheA Oficina Social de Teatro apresenta “A irmandade das almas”,espetáculo adaptado de alguns textos de Martins Penna. No dia da festade finados uma confusão acontece com vários núcleos da sociedadecarioca. Um homem que tira proveito dos mortos; uma moça se envolve com os problemas do namorado, que é coveiro; uma noviça que quer largar oconvento; três beatas fofoqueiras. Mantendo viva nessa encenação acomédia de costumes que foi introduzida por Martins Penna no cenárioteatral brasileiro, “A irmandade das almas” é uma comédia pra todafamília, que faz pensar sobre o lugar da mulher na sociedade, além dahipocrisia social. “Com este espetáculo, buscamos trazer sempre para a atualidade essegrande autor que foi Martins Penna que, com sua comédia de costumes,valorizou o teatro brasileiro. Como não queria escolher uma única obradesse autor utilizamos alguns textos para a montagem de uma outradramaturgia, mas respeitando os personagens de suas obras”, explica adiretora Erika Ferreira. Para este espetáculo, a OST fará uma grande campanha de formação deplateia através da oferta de ingressos gratuitos para estudantes darede pública de ensino de Niterói e pessoas ligadas a ONGs einstituições de caridade em geral. “Temos como fator prioritáriodiscutir temas que são importantes à sociedade, tendo no palco umaexcelente arma favorável à reflexão. Ao oferecer boa parte de seusingressos, a OST cumpre com um de seus pilares de missão que éoferecer teatro de qualidade a todos colaborando, com isso, comformação de uma sociedade mais justa e igualitária”, diz JoséGeraldo Demezio. SERVIÇO: 14 de dezembro de 2019 – 11h Classificação etária: Livre Duração média: 60 minutos Local: Sede da OST – Rua Saldanha Marinho, 14 – Centro – Niterói/RJ Ingressos: GRÁTIS Informações: (21) 2721-0468 REALIZAÇÃO: OFICINA SOCIAL DE TEATRO Link: http://www.ofsocialdeteatro.com/ Compartilhe

  • procon-mercado procon-mercado

    Cultura

    Mais uma operação do Procon nos mercados de Niterói

    Por

    CompartilheO Procon Estadual fiscalizou, na última segunda-feira (01/04), cinco estabelecimentos em Niterói e Maricá a pedido...

Topo
Precisa de ajuda?