fbpx
Acesse nossas Mídias
A RAINHA CCBB RJ © Renato Mangolin 301

Agenda

“A RAINHA – Experiências Extraordinárias para a Primeira Infância” em duas únicas apresentações no Teatro Popular Oscar Niemeyer

Compartilhe

Nas tardes de 27 e 28 de agosto, o imponente Teatro Popular Oscar Niemeyer, em Niterói, recebe “A RAINHA – Experiências Extraordinárias para a Primeira Infância”.

O espetáculo, patrocinado pela Petrobras, inova ao ser uma apresentação teatral concebida para crianças de até 6 anos de idade que funde as linguagens da dança, do teatro e da música, convidando esse público de pequeninos a adentrarem o mundo onírico, mágico e efêmero das fábulas e contos maravilhosos.

O projeto é uma das iniciativas selecionadas na chamada Petrobras Cultural para Crianças na categoria Artes Cênicas, que contempla projetos de artes cênicas voltadas para a primeira infância, abrangendo capitais e cidades menores.

Com concepção, criação e interpretação de Andrea Jabor, e co-direção, figurinos e ambientação cênica de Flavio Souza, o espetáculo, que já passou pelo Rio de Janeiro e Fortaleza, chega agora a Niterói e seguirá carreira em Brasília, Ceilândia, Gama e Pirenópolis.

No espetáculo, dialogando com o universo da criança que demonstra afeto e empatia pelo mundo e pelo outro desde muito cedo, A Rainha, vestida com grandes saias infláveis e flutuantes de onde as coisas surgem e somem, se transforma o tempo todo e convida as crianças a interagirem interagem com ela através do movimento, do toque, da escuta, da sensibilidade e do olhar.

No palco, A Rainha bailarina divide a cena com músicas, figurinos, teatro de sombras, luzes e objetos que evocam, com graciosidade, as características de uma Rainha, fazendo uma celebração da natureza pela dança e pelo brincar, através da relação com o outro, com as flores, os cheiros, as cores a experiência tátil e sensível do mundo.

A Rainha no imaginário da criança

“As Rainhas permeiam nosso imaginário desde cedo. As fábulas, os contos maravilhosos e muitas histórias infantis estão repletas de Rainhas, boas e más. A Rainha neste espetáculo para mim representa o arquétipo da grande mãe, da mãe natureza, que encanta, domina, cuida, é bela, orienta, acolhe, é forte, mas muito frágil ao mesmo tempo. A fase de 3 a 6 anos é uma idade muito marcante, um período de grandes transformações, onde as crianças conquistam uma maior autonomia em relação a todos os aspectos de sua vida. No movimento, na fala, nas ideias, nas escolhas, onde aprendem a viver em sociedade e a criar seus mundos paralelos de fantasia e possibilidade. A Rainha é como uma criança nesta idade. Acredita nas coisas com o coração, quer reinar, criar e conquistar o mundo e as coisas. Descobre que ao brincar pode inventar mundos. Que tudo pode se transformar para criar aquilo que deseja ou imagina. É um mundo maravilhoso e espetacular cheio de possibilidades e por isso a importância de oferecer uma gama variada de experiências sensoriais e estéticas na primeira infância tem sido motivo de amplos debates na sociedade em busca de uma educação mais atualizada e engajada com as questões do século 21. Acho que este espetáculo junta duas questões muito importantes para mim como artista. Acreditar no mundo pelo coração e pelo amor com empatia e também não se apegar, pois o mundo está em movimento e as coisas se transformam o tempo todo, não podemos controlá-las, então se aprendermos a dialogar e brincar com o mundo a nossa volta com afeto, empatia, com delicadeza e humor, talvez possamos aprender algo, até a construir um mundo mais amoroso e menos competitivo e raivoso. Mais cooperativo, sensível e mais conectado com a natureza. Acho que todos estamos em busca de viver em um mundo mais conectado com o belo e a natureza. Meu desejo de ser Rainha é para poder continuar brincando de dançar a vida com este entendimento trazendo ternura, leveza, delicadeza e alegria.” (Andrea Jabor)

Experiências extraordinárias e sensíveis no mundo presencial

“Nossos pequenos estão expostos a muita informação neste mundo tão cheio de coisas e repleto de muitas horas de telas, vídeos e games. Acredito que os pequenos e nós também, muitas vezes não temos tempo de processar o que vivemos. Por isto adoecemos e ficamos tristes, tensos e estressados. A experiência artística, especialmente a experiência teatral ao vivo, permite com que as crianças possam visitar lugares que oferecem experiências sensíveis e extraordinárias e um lugar para o processamento em tempo real das experiências. Um tempo espaço presencial e interativo diferente do “normal”. Um lugar onde as metáforas que as artes nos apresentam nos dão uma oportunidade de processar com o inconsciente e com a sensibilidade. Talvez por isso saímos transformados das experiências com arte. Sinto que hoje e cada dia mais, é importante oferecer para as crianças experiências extraordinárias e sensíveis no mundo presencial e não no mundo virtual. Um tempo e espaço que não seja pautado pela tela plana, pelos jogos e games exigentes e competitivos, mas pela experiência sensível, sensorial, tátil e interativa do mundo presencial.” (Andrea Jabor)

Ficha técnica

A RAINHA – Experiências Extraordinárias para a Primeira Infância

Concepção, criação e interpretação: Andrea Jabor
Direção: Andrea Jabor e Flavio Souza
Figurino e ambientação cênica: Flavio Souza
Desenho de iluminação: Ton Bernardes
Trilha sonora: Rodrigo Marçal e Andrea Jabor
Assessoria de imprensa: Ney Motta
Mídias sociais: Anna Vasconcellos – Nassif Montenegro Comunicação
Programação visual: Gabriela Horta e Clarisse Sá Earp
Fotografia: Renato Mangolin e Fábio Caffé
Produção executiva: Daniela Zabludowski e Luana Cabral – DaLua Produções
Filmagem, edição e produção de vídeos: Gabriel Martinho e Rafael Frydman
Realização: Belas Estratégias Produções

Serviço

Espetáculo: “A RAINHA – Experiências extraordinárias para a primeira infância”
Local: Teatro Popular Oscar Niemeyer
Rua Jornalista Rogério Coelho Neto, s/nº, Centro, Niterói
Estacionamento: ao lado do espaço – sábado a R$ 10 e domingo é gratuito
Temporada: 27 e 28 de agosto de 2022 (únicas apresentações)
Dias e horários: Sábado e domingo, às 16h
Valor do ingresso: R$ 40 (inteira) e R$20 (meia)
Ingressos adquiridos na bilheteria do Teatro ou antecipadamente pelo https://bileto.sympla.com.br/event/75371

Horário de funcionamento da bilheteria: Quarta a sexta das 13h às 18h e aos sábados e domingos a partir das 13h.

Classificação: Livre
Duração: 45 minutos


Compartilhe
Continuar Lendo
Comentários

Mais Agenda

Topo
Precisa de ajuda?