fbpx
Acesse nossas Mídias

Notícias

Unidade do Médico de Família em Niterói é a primeira sustentável do Rio

Compartilhe

Foto: Divulgação

O módulo do programa Médico de Família do Jacaré, na Região Oceânica, construído pela Prefeitura de Niterói por meio do Programa Região Oceânica Sustentável (PRO Sustentável), é a primeira unidade da rede básica de saúde do Estado feita com tecnologias sustentáveis. A obra entregue ontem (12) vai oferecer assistência a cerca de seis mil pessoas, que serão atendidas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, agentes comunitários de saúde e dentistas.

O projeto arquitetônico deste módulo foi desenvolvido a partir de 12 requisitos envolvendo aspectos físicos e funcionais, como a preservação do escoamento natural das águas de chuva, preponderância de iluminação e ventilação natural e iluminação artificial com lâmpadas de LED, telhado verde, captação de águas pluviais no terraço, com acúmulo em reservatório segregado para usos secundários, captação de energia solar, entre outras.

“Quando assumimos a realidade era bem diferente, encontramos unidades do Programa fechadas, como a da Grota e do Morro do Céu, a emergência do Getulinho estava fechada, a policlínica do Largo da Batalha funcionava em um contêiner. Foram muitos obstáculos superados. São mais de 45 unidades de saúde implantadas ou reformadas. Reabrimos a emergência do Getulinho, reformamos e ampliamos o Mário Monteiro. O Médico de Família teve a maior expansão da sua história. Hoje, o programa é uma referência e esta unidade do Jacaré vem para coroar estas conquistas”, enfatizou. “Além do investimento em saúde, fizemos no Jacaré a obra de drenagem e pavimentação da Estrada Frei Orlando, entregamos a reforma da praça, estamos reformando a Umei e várias comunidades do bairro estão inseridas em projetos de saneamento. É uma nova história que o bairro está vivendo, em um novo cenário de conquistas”.

A vice-presidente de Atenção Coletiva, Ambulatorial e da Família da Fundação Municipal de Saúde, Maria Célia Vasconcelos, destacou que, com a abertura do Médico de Família do Jacaré, a cobertura do programa na Região Oceânica chega a 100%.

“Pessoas que moram no Jacaré e são cadastradas em outras unidades da Região Oceânica, agora poderão se cadastrar neste novo módulo. Temos uma equipe de agentes de saúde que estarão trabalhando neste cadastramento nas próximas semanas. Sem dúvida, uma conquista não só para o Jacaré, como para toda a Região Oceânica e a cidade de Niterói”, explicou Maria Célia.

De acordo com o presidente da Associação de Moradores do Jacaré, Edenilton Santos de Souza, o Boquinha, a construção de uma unidade de saúde no bairro era uma demanda de mais de 20 anos. O módulo recebeu o nome de Enoc Joaquim Oliveira, que foi uma liderança comunitária no bairro e na cidade, e foi eleito vereador em 1989.

“Hoje, estamos vendo um sonho ser realizado. Lutamos muito para ter esta unidade de saúde aqui. Além disso, o Jacaré está recebendo outras melhorias importantes como a pavimentação da estrada e a reforma da praça. Precisamos seguir avançando nas nossas conquistas para tornar o bairro cada vez melhor”, afirmou Edenilton Santos.

Fonte: Jornal O Fluminense


Compartilhe
Continuar Lendo
Comentários

Mais Notícias

Topo
Abrir chat
Precisa de ajuda?