Categorias
NOVIDADES

O QUE FAZER? Exposição Compasso

Foto 2_crédito fotográfico Anton Steenbock

Abertura: 7 de fevereiro de 2015, às 17h
Exposição de 8 de fevereiro a 8 de março de 2015

O Museu de Arte Contemporânea de Niterói – MAC de Niterói – vai abrir, no dia 7 de fevereiro,sábado, às 17h, a exposição “Compasso”, do artista alemão Anton Steenbock, com curadoriado Guilherme Bueno. Trata-se de um único trabalho que ocupará toda a varanda, espaço comvista panorâmica para a Baía de Guanabara.
A obra será uma instalação sonora a ser percebida em todo o ambiente, a 360°. “A decisãodesta proposta parte da necessidade de competir com uma obra projetada por um grande arquiteto brasileiro e com a paisagem da Baía de Guanabara. Para isso, pensei em um trabalho que, ao invés de ter um apelo visual, chamasse para outro sentido: a audição”, explica o artista.

Para compor a exposição, o artista capturou o som de um avião em miniatura rodando o espaço de aeromodelismo do Aterro do Flamengo, no Rio – projetado pelo paisagista Burle Marx, nos anos 60. “O interessante desse som é que ele representa a arquitetura do espaço, pois o avião está preso a uma linha e roda fazendo um desenho de som circular”, diz. O som será capturado por 16 microfones direcionais posicionados em volta do círculo da pista de aeromodelismo. Essas gravações serão amplificadas através de caixas sonoras posicionadasna Varanda do MAC, colocadas proporcionalmente nas mesmas distâncias que os microfones no Aterro. Cabe ressaltar que as duas circunferências são milimetricamente iguais, com um raio de 19,5m.
Desta forma, o visitante terá a sensação espacial do Aterro no MAC, de um avião invisívelrodeando. “O movimento sonoro irá unir, metaforicamente, os dois espaços representantes do pensamento moderno de arquitetura e paisagismo, de Oscar Niemeyer e de Roberto Burle Marx, respectivamente. Esse avião seria um elemento que, também, de forma metafórica, estaria trazendo um dado do pensamento modernista que, no Brasil, esteve muito ligado à ideia de progresso”, finaliza Steenbock.