Categorias

Evinha volta a se apresentar no Teatro da UFF na série “Show das 4”, com o espetáculo “Uma voz, um piano”

Dentro da série “Show das 4”, o show “Uma voz, um piano” volta ao Teatro da UFF com repertório de Evinha em releituras e parcerias inéditas

No dia 14 de novembro, quarta-feira, às 16h, o Teatro da UFF recebe a cantora Evinha para reapresentar seu espetáculo “Uma voz, um piano”. A apresentação conta com repertório de seu novo CD, que traz releituras da carreira solo, duas parcerias inéditas e regravações de clássicos nomes da música, tudo ao som da voz de Evinha, acompanhada somente pelo pianista Gerard Gambus. O espetáculo terá um caráter intimista e apresentará, além das canções do novo CD, outros hits em versões arranjadas para voz e piano.

Reza a lenda que Evinha já nasceu cantando. Aos oito anos de idade, começou a carreira com seus irmãos Mário e Regina, formando o Trio Esperança. Gravaram muitos sucessos (Festa do Bolinha, Filme triste, Passo do elefantinho e tantos outros.).

Em 1969, Evinha gravou seu primeiro sucesso solo, Casaco marrom, composto por Danilo Caymmi, Guarabyra e Renato Correa). Logo depois, gravou outros sucessos como Teletema (de Tibério Gaspar e Antonio Adolfo), Como vai você (Antônio Marcos e Mario Marcos) e Cantiga por Luciana (de Edmundo Souto e Paulinho Tapajós). Com esta última, venceu o IV Festival Internacional da Canção Popular, realizado também em 1969. Em 1977, participou da gravação do disco do maestro francês Paul Mauriat, cantando músicas brasileiras. Como crooner da orquestra de Mauriat, Evinha seguiu em turnê pelo Japão e China. Acabou casando, no ano seguinte, com o pianista da orquestra, Gérard Gambus, e passou a morar em Paris (França), onde vive até hoje.

Nos últimos 20 anos, Evinha vem percorrendo o mundo em turnês com as irmãs Regina e Mariza, na terceira formação do Trio Esperança, sempre com o acompanhamento de Gambus ao piano. O resultado desse trabalho foi lançado em CD, que recebeu vários discos de ouro.

Cantar em família sempre foi mesmo um prazer para Evinha. Em 2007, ela montou “Goldherança”, show contando a história de sua carreira e das trajetórias artísticas de toda a família Corrêa (Golden Boys e Trio Esperança). O espetáculo teve várias temporadas no Rio de Janeiro e em São Paulo e faz enorme sucesso até hoje.

Evinha acaba de lançar o seu novo álbum – “Uma voz, um piano”, que apresenta canções inéditas de craques como Ivan Lins e Antônio Adolfo, regravações de Caetano e Zé Rodrix, uma canção instrumental de Gambus (Em cima da hora), uma versão dele e Evinha para uma peça do compositor alemão Johann Sebastian Bach (Caminho da razão) e releituras dos primeiros sucessos de sua carreira solo, quando ainda morava no Brasil, como Cantiga por Luciana, Teletema e Casaco marrom. A particularidade deste trabalho está na simplicidade e na pureza da voz, já que Evinha canta acompanhada somente pelo piano de Gerard Gambus.

Serviço:

Dia: 14 de novembro de 2018, quarta, às 16h;

Espetáculo: Show das 4 – Evinha, em “Uma voz, um piano”, com o pianista Gèrard Gambus – Duração de 70 min

Local: Teatro da UFF – Rua Miguel de Frias 9, Icaraí, Niterói – RJ;

Ingressos: R$60,00 (inteira); R$30,00 (meia-entrada para estudantes, pessoas acima de 60 anos e servidores da UFF) – 344 lugares;

Indicação etária: Livre.

Contato com a imprensa:

Eristom Gonçalves (produtor) – (21) 98277-0000 (Celular e Whatsapp)

Comments ( 1 )

Leave a Comment

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>