Categorias
NOVIDADES

EXPOSIÇÕES “Cidade Maravilhosa” ganha destaque em mostra na SJCC

Serviço:
Exposição: “Essa Cidade é Muito Maneira”
Curadoria: Desirée Monjardim
Data: Até 5 de outubro
Visitação: de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h
Classificação Etária: Livre
Entrada Franca
Local: Sala José Candido de Carvalho
Endereço: Rua Presidente Pedreira, 98, Ingá, Niterói
Telefone: (21) 2621-5050

1668_obra2

O fotógrafo e designer carioca Gustavo Gigio traz a exposição “Essa Cidade é Muito Maneira” para a Sala José Cândido de Carvalho a partir do dia 8 de setembro. A mostra, com curadoria de Desireé Monjardim pode ser visitada até 5 de outubro, sempre de segunda a sexta, das 9h às 17h.

Gigio, que adora os cantos e recantos da cidade do Rio de Janeiro, ficou treze anos morando em Curitiba e Juiz de Fora. Esse tempo e distância aguçaram ainda mais o olhar do artista sobre as vistas do município, que por vezes achamos rotineiras. Desse olhar adolescido, com o retorno do artista, nasce uma nova forma de encarar o Rio. O projeto “Essa Cidade é Muito Maneira” retrata, em gravuras, uma ode à Cidade Maravilhosa, aniversariante de 450 anos, sede das Olimpíadas de 2016.

Gigio. Um cara maneiro. Numa cidade muito maneira.

Antes de ser designer, Gigio é carioca. E como bom carioca, cheio de maneirismos. Manias mesmo. De curtir essa cidade, seus cantos e recantos, os quais recorta e reconta.

Nascido no século passado, no bairro imperial de São Cristóvão, Gigio cresceu em Laranjeiras, brincando nos jardins do Parque Guinle. Ninguém passa por isso em vão. Quanto mais com um pai que teima em fazer da infância do filho um eterno passeio, outdoor e indoor, pelas praias, parques, florestas, montanhas, igrejas, museus e lugares históricos da cidade. Hábito, aliás, que Gigio teima em repetir com suas duas crias: Sophia, de dez anos, e João Manuel, com sete.

Treze anos de exercício da profissão em outras cidades – Curitiba e Juiz de Fora – separaram o designer da paisagem carioca. Esse tempo e essa distância deram uma aguçada no olhar do artista sobre as vistas, que por vezes achamos rotineiras. “Só os profetas enxergam o óbvio”, diria Nelson Rodrigues, como Gigio, um outro tricolor doente. Desse olhar adolescido durante treze anos fora, com o retorno do artista, nasce uma nova forma de encarar o Rio.

O projeto “Essa Cidade é Muito Maneira” retrata, em gravuras, uma ode à Cidade Maravilhosa, aniversariante de 450 anos, sede das Olimpíadas de 2016. Trechos da cidade, quadros pendurados na parede da memória, detalhes: porque neles mora um Deus, que é brasileiro e, certamente, carioca.”

Vespa Luz
Amigo e fã