Acesse nossas Mídias
campanha combate coronavirus

Notícias

Aulas de Circo em Niterói tem 20% de cota para alunos de baixa renda

Aulas de Circo em Niterói tem 20% de cota para alunos de baixa renda

Compartilhe

O aprendizado da arte circense está ganhando espaço, palco e picadeiro em Niterói para alunos que estejam cursando o Ensino Fundamental, Médio ou Superior em escolas públicas. A Secretaria Municipal de Esporte e Lazer firmou uma parceria com o Projeto Pendurados, idealizado pela professora de circo Juliana Berti, para destinar 20% das vagas para esse público.

Foto: Divulgação

O Projeto Pendurados tem a proposta de ensinar, preservar e ampliar a produção da arte circense através do ensino regular e sistêmico dos saberes próprios dessa linguagem artística. As cotas sociais são direcionadas para alunos que tenham renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário.

As aulas acontecem na Praia de Icaraí, em frente à Rua Pereira da Silva, de segunda-feira a sábado, das 6h15 às 7h45. Nas segundas, quartas e sextas-feiras são ministradas aulas também à noite, das 19h às 20h30. As inscrições podem ser feitas pelo Instagram do projeto (@penduradoscirco) ou pelo telefone (21) 98265-0645.

O projeto tem parceria com a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de Niterói. Podem participar crianças, jovens e adultos com vontade de entrar no mundo do circo.

“Fomentar a realização de ações estratégicas que impulsionam a criança ou o jovem é um instrumento fundamental: o esporte é uma ferramenta de transformação social. Todo o trabalho desenvolvido tem como finalidade agregar cada vez mais o atendimento social. Ampliar a base técnica para que a nossa cidade consiga chegar a um número expressivo de atletas, adultos, crianças e praticantes de atividades físicas”, frisou o secretário Municipal de Esporte e Lazer, Luiz Carlos Gallo.

O projeto é uma escola ao ar livre, com sua estrutura montada por profissionais da área, visando toda a segurança, na Praia de Icaraí.

“O projeto foi a salvação da vida da minha neta Maria Eduarda Gadelha. Assim que iniciou as aulas do projeto Pendurados/SMEL, com as aulas de circo, minha neta superou a depressão, fato que ocorreu com a perda traumática da sua mãe. Hoje, ela tem uma vida mais regrada através do exercício, se alimenta melhor, que por consequência perdeu alguns quilos, fazendo recuperar sua autoestima”, ressaltou Criselda Lima Rocha avó da aluna da cota social do projeto.

A filosofia do Projeto Pendurados é contribuir para a formação humana e com o exercício da cidadania, criando um espaço de promoção e valorização da cultura, em particular da cultura circense, aberto à reflexão e à experimentação em articulação com profissionais.

“O objetivo é desenvolver e apoiar atividades ligadas à criação de números, espetáculos e aparelhos circenses”, diz a professora Juliana Berti, formada pela Picadeiro Circo Escola SP.


Compartilhe
Continuar Lendo
Comentários

Mais Notícias

Topo