Acesse nossas Mídias

Agenda

Rogério Souza sobe ao Palco Niterói Discos com clássicos do choro e do samba

Compartilhe

1539_flyerServiço

Rogério Souza – Palco Niterói Discos
Data: Quarta-feira, 08 de julho de 2015
Horário: 20h
Entrada gratuita
Classificação etária: livre
Lotação: 60 pessoas
Distribuição de senhas 1 hora antes da exibição

Local: Solar do Jambeiro
Endereço: Rua Presidente Domiciano, 195 – Boa Viagem
Telefone: (21) 2109-2222 | (21) 2109-2223

A atração do mês de julho do projeto Palco Niterói Discos é o violonista Rogério Souza, que se apresenta na quarta-feira, dia 08, às 20h, no Solar do Jambeiro. Um dos principais arranjadores para violões de 6 e 7 cordas, o músico prepara um show recheado de composições autorais e de clássicos do choro e do samba, que prometem emocionar o público presente. A entrada é gratuita.

Rogério contará com as participações especiais de Edinho Gerber, no violão; Daniel Karin, no pandeiro; Watson Cardoso, no clarinete; e Tiago Souza, no bandolim.

Rogério Souza

O violonista, compositor e arranjador Rogério Souza é um dos grandes representantes da linguagem carioca do violão brasileiro. Ao longo dos anos, o músico apresentou-se ao lado de artistas como Baden Powell, Paulinho da Viola, Sivuca, Ney Matogrosso, Altamiro Carrilho, João Bosco, Paulo Moura e Ivan Lins, trazendo para os palcos por onde passa interpretações autênticas de choro e samba, em seus violões de 6 e 7 cordas.

Irmão do mestre Ronaldo do Bandolim, Rogério tem uma trajetória recheada de trabalhos com vários artistas da MPB. Seu contato com a música começou cedo e, ainda adolescente, em fins dos anos 60, integrou, ao lado do irmão, o grupo “Os Jovens da Velha Guarda”. Com Ronaldo, o artista realizou trabalhos importantes, como a gravação dos álbuns “Época de Choro”, em 2007, em homenagem a Carlinhos Leite (ex-integrante do grupo Época de Ouro), e “Retrato Brasileiro”, em 2009, uma releitura da obra de Baden Powell, pelo Selo Niterói Discos.

Com quase quarenta anos de carreira, os arranjos de Rogério podem ser ouvidos em canções de músicos como Ivan Lins e Ney Matogrosso. O violonista também participou de vários festivais e eventos culturais internacionais em casas de jazz pela Europa, EUA, Japão e América Latina. No Brasil, acompanhou, em shows e gravações, os violonistas Turíbio Santos, Rafael Rabello e Dino 7 Cordas, entre muitos outros.

Como integrante do “Nó Em Pingo D’Água”, conjunto carioca de choro e samba criado no ano de 1979, Rogério gravou mais de dez álbuns, entre eles, os CDs: “João Pernambuco – 100 anos”, contemplado com o Prêmio Playboy, em 1984, “Salvador”, contemplado com o Prêmio Sharp, em 1988, na categoria “melhor grupo instrumental” e “Receita de Samba”, em 1990.

O músico também participou da produção e gravação do CD “Tributo a Ismael Silva”, lançado pelo selo Niterói Discos, em 2005. Nos últimos anos, Rogério vem investindo em trabalho solo, tendo lançado CDs e livros que contribuem para a difusão do choro e do samba sob uma ótica instrumental. Entre eles, os álbuns “Orquídea”, lançado em 2000, e “Violão Brasileiro”, de 2008, também pela Niterói Discos.

Para oficinas de violão e difusão de um estilo musical de grande importância como o choro, outros grandes trabalhos realizados por Rogério foram o Songbook “Choro 100”, em 2010, e o “Songbook do Choro”, em três volumes, lançados entre 2008 e 2001, que contam com composições de grandes chorões brasileiros sob o olhar desse grande violonista.


Compartilhe
Continuar Lendo
Comentários

Mais Agenda

Topo