Acesse nossas Mídias

Agenda

“Parem de Falar Mal da Rotina”, com Elisa Lucinda

Compartilhe

1308_flyerData: de 27 a 29 de março e de 03 a 05 de abril de 2015
Horário: Sextas e sábados às 20h e Domingos às 19h
R$ 60,00 – Comprar noIngressso Rápido
Duração: 150min
Classificação etária: 14 anos
Teatro Municipal de Niterói  Rua XV de Novembro 35, Centro
Tel: (21) 2620-1624

Nos fins de semanas de 27 a 29 de março e de 03 a 05 de abril de 2015, o Teatro Municipal de Niterói apresenta o espetáculo “Parem de Falar Mal da Rotina”, com Elisa Lucinda, que em 13 anos já foi assistido por mais de um milhão e meio de pessoas. A apresentações acontecem nas sextas e sábados, às 20h e aos domingos, às 19h. Nessa temporada, o espetáculo será gravado para um DVD a ser lançado ainda em 2015.

“Parem de Falar Mal da Rotina” não é um espetáculo convencional onde uma história é contada. Este espetáculo é um modo de vida, é uma visão de existência. É a maneira com que Elisa Lucinda, atriz, roteirista e diretora da peça consegue expressar sua urgência e inquietude na busca interminável da liberdade de se poder viver plenamente, sem os famosos cárceres que nós mesmos nos impomos.

A ideia surgiu quando Elisa participou do Festival Internacional de Teatro em Sitges na Espanha, em julho de 2002. Neste primeiro formato, a atriz, entre um poema e outro, conversava e conduzia a platéia, introduzindo uma nova visão do cotidiano e dos personagens que criamos no nosso dia-a-dia. Neste festival, sua atuação foi tão marcante que lhe valeu uma crítica elogiosa no prestigiado jornal espanhol La Vanguardia.

Este modo de interpretar e interagir com a platéia cria uma relação direta e divertida, o que levou o espetáculo a ser carinhosamente chamado pela imprensa de “Cabaret Poético”. A reação da platéia foi o impulso para a efetivação do “Parem…”. A peça une histórias vividas e ouvidas por Elisa, como observadora do cotidiano, além dos poemas retirados dos livros “O Semelhante”, “Eu te amo e suas estreias” e “A fúria da Beleza”. O resultado são 56 personagens, dos quais ela faz uma mostragem em 2h30 de elogios à rotina, nos obrigando a nos observar de fora. Assim percebemos que “a rotina” é um personagem fictício que criamos, e que nós por sermos os sujeitos na ação, temos o poder da mudança; somos os diretores, atores, produtores e protagonistas das nossas próprias vidas.

A peça estreou no Rio de Janeiro, fez uma temporada de 88 apresentações em Barcelona, 5 meses em São Paulo, retornando ao Rio de Janeiro para temporada em 2006 e 2007. Ainda em 2007, seguiu turnê pelo Brasil: Niterói/RJ, Caxias/RJ, Vitória, Fortaleza, Natal, Mossoró/RN, Porto Alegre, Curitiba e Salvador. Em setembro, o “Parem…” fez uma pequena “parada” em sua caravana para comemorar os seus 05 aninhos no Canecão. Um sucesso: duas mil pessoas lotaram essa tradicional casa de espetáculos numa terça-feira de setembro.


Compartilhe
Continuar Lendo
Comentários

Mais Agenda

Topo