Categorias
NOVIDADES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS Índice de mortes violentas em Niterói tem redução de 52,63%

Imagem: Band News FM

Os indicadores de letalidade violenta divulgados pelo Observatório de Segurança de Niterói, na última quinta-feira (5), apontam uma queda de 52,63% em fevereiro no município de Niterói, se comparado com o mesmo período de 2019. O índice apresenta redução de 60% quando a letalidade é referente à ação de agentes públicos. A região da 81ª DP (Itaipu), que engloba os bairros da Região Oceânica, foi a que registrou o maior índice de redução deste tipo de ocorrência, menos 66,67%.

O roubo de veículos também repetiu queda, com redução de 56,16% em comparação a fevereiro de 2019. O destaque, novamente, é para a região da 77ª DP (Icaraí), onde os registros caíram 74,19% em fevereiro deste ano na comparação com o mesmo mês do ano passado.

Já os roubos de rua apresentaram redução de 38,42%. Especialmente na área central da cidade, com queda de 48,72%, seguida pela 77ªDP, de Icaraí, com menos 33,33% na ocorrência deste tipo de delito. Os roubos a estabelecimentos comerciais caíram 39,13% em fevereiro, com redução entre 40% e 50% na área central, Zona Sul, São Francisco, Charitas e Jurujuba.

“Niterói hoje é uma cidade em que as ações de segurança são planejadas, envolvendo o Estado, que é a quem realmente cabe cuidar dessa área. Mas o Município não recua em momento algum quando se trata de promover as ações de segurança para conter os índices de criminalidade na cidade. Essa redução ocorre porque a integração é cada vez maior, pois nos juntamos para acompanhar a mancha criminal e cada agente atua em sua área. Temos a prefeitura pagando 2/3 do policiamento na cidade e integrando as polícias militar, civil e a Guarda Municipal no Niterói Presente. Isso sempre com o olhar do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp)”, observa Gilson Chagas, secretário executivo do Gabinete de Gestão Integrada de Segurança de Niterói.

Atualmente, dois terços do policiamento no município são garantidos por investimentos diretos da Prefeitura de Niterói por meio dos programas Niterói Presente e Proeis. Os dois programas são resultado de convênios da Prefeitura com o Governo do Estado, onde o Município paga uma gratificação para policiais militares que aceitam trabalhar nas ruas de Niterói nos dias de folga. No caso do Niterói Presente, há um efetivo fixo de policiais, alguns já reformados e agentes civis. A Prefeitura criou também o Pacto Niterói Contra a Violência que conta com a participação de diversas secretarias, atuando de forma integrada com a comunidade no combate à violência em suas várias frentes.

O Cisp, operado pela Guarda Municipal, monitora a cidade com 600 câmeras, sendo 70 inteligentes que fazem o cercamento eletrônico, responsável por ajudar a recuperar veículos e prender quadrilhas.