Categorias
NOVIDADES

EXPOSIÇÕES Exposição “Mil vezes Papel” de Márcia Krone no ICG

Alta Qualidade - Mil vezes Papel Frente

Serviço:

Vernissage: 29 de outubro às 19h

Visitação: 30 de outubro a 28 de novembro

Segunda a sexta 15h às 20h

Sábado 11h às 16h

Entrada gratuita

Local: ICG Icaraí – Av. Sete de Setembro, 131. Icaraí. Niterói/RJ.

Informações: (21) 2714-0879 – [email protected]/galeriaicg.blogspot.com.br

 

Partindo de seu percurso como origamista e do desdobramento do trabalho já desenvolvido, a artista Marcia Krone, em “Mil vezes Papel”, pesquisa novas potencialidades para a mesma matéria prima e convida a uma viagem além do universo visual, onde o espectador não só contempla, mas também interage com o ato criativo.

Em sua obra ela reúne papéis que se interpenetram com materiais alternativos garimpados do cotidiano e que, através de um olhar poético, são inseridos em novo contexto e significado. As formas são essencialmente femininas, com ângulos e circularidades que remetem a movimento, enquanto a paleta de cores escolhidas tem a suavidade do onírico. A artista passa ao exercício de um novo papel e usa de partituras musicais marcadas pelo tempo, periódicos antigos chamuscados pelo fogo e filtros de café às fibras vegetais de flores e folhas já secas recolhidas da natureza onde se inspira. Se sua arte insiste sobre esse mesmo material primordial como suporte onde habita seu afeto e flerta com o papel em diferentes cenas e possibilidades, em contraponto, caminha também por uma pluralidade de técnicas que, mescladas, remetem a uma estética de encantos.

“Mil vezes Papel” marca o cenário onde sua expressão artística, até o momento voltada prioritariamente para o origami, expande-se bebendo em outras águas – e desdobra-se em novas perspectivas, texturas, sensorialidades, recortes e ângulos inaugurais para o prazer de todo olhar. Mas não basta apreciar apenas, é preciso estar lá e vivenciar a relação de corpo e trabalho na proposta que introduz o visitante no lugar de co-criador, completando a obra e transformando o espaço em devir.