Categorias
NOVIDADES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS Aída dos Santos recebe homenagem em Niterói

Aída dos Santos nasceu no Morro do Arroz, Centro de Niterói, e de lá foi para o Japão. Ela foi a única mulher brasileira negra a participar dos jogos de Tóquio em 1964, competindo no atletismo. Filha de pedreiro e lavadeira, Aída, trouxe para o Brasil o quarto lugar no salto em altura.

A primeira homenagem foi um mural de 30 metros de comprimento inaugurado no dia 15 de outubro. A criação fica na subida da Avenida Engenheiro Martins Romeo, quase em frente ao MAC, e foi patrocinado pela construtora MRV, como parte do projeto “Elas transformam”. A iniciativa apoia atletas do sexo feminino de diversas modalidades.

“Por ter sido a precursora das atletas olímpicas do Brasil e por toda a sua garra e coragem, Aída é exemplo e inspiração para essas e tantas outras atletas. A sua conquista foi o melhor resultado individual de uma atleta brasileira nos Jogos Olímpicos durante 32 anos”, conta a Coordenadora de Marketing Esportivo da MRV, Carolina Trivellato Fonseca.

Aída precisou batalhar muito para conciliar estudos, vida profissional e treinos. Formada em Geografia, Educação Física e Pedagogia, ela teve passagem pela UFF como professora de Educação Física. Aída é ainda mãe da jogadora de vôlei, Valeskinha, ouro nas Olimpíadas de Pequim em 2008, e fundadora de um instituto para promover a inclusão social por meio do atletismo e do vôlei. Aos 83 anos, Aída ainda vive em Niterói, no Fonseca.