Categorias

CINEMA Programação Cine Art UFF – Agosto

Serviço:

Ingressos: Inteira: R$ 12,00 | Meia: R$ 6,00 (exceto segundas-feiras)
Segunda-feira: Promoção “Meia-entrada para todos” – R$ 4,00
Endereço: Rua Miguel de Frias, 9 – Icaraí
Contato: (21) 3674-7511 | 3674-7512
www.centrodeartes.uff.br
Dia 06 (quinta-feira) – 16h

 

Dia 06 (quinta-feira) – 16h
AS BODAS DE FÍGARO

3h27 (incluindo intervalo de 15’), livre
De Wolfgang Amadeus Mozart
Libreto de Lorenzo da Ponte
Direção de Palco e Concepção de Luz de Giorgio Strehler
Regência de Phillipe Jordan
Com Ekaterina Syurina, Luca Pisaron, Ludovic Tezier, Barbara Frittoli
Orquestra e Coral da Ópera Nacional de Paris
Direção da gravação de Don Kent

A ópera buffa As bodas de Fígaro foi a primeira parceria entre Wolfgang Amadeus Mozart e o libretista Lorenzo da Ponte, que rendeu também as óperas Don Giovanni e Così fan tutte. Ela é baseada no segundo episódio da trilogia de comédias de Beaumarchais: Le mariage de Fígaro e a história é a continuação de O barbeiro de Sevilha, que faria estrondoso sucesso pelas mãos de Rossini, 30 anos depois da ópera de Mozart. A estreia de As bodas de Fígaro aconteceu com relativo sucesso no Burgtheater de Viena, em maio de 1786, sob a direção do próprio Mozart, depois de driblar a censura da época, que percebeu certo perigo nos questionamentos apresentados em cena. A ação desenrola-se no palácio do Conde de Almaviva, perto de Sevilha. Fígaro e Susanna, servos do Conde, estão noivos e vão se casar. O Conde assedia Susanna, o que a faz duvidar que este cumpra a promessa de aplicar o Direito do Senhor, que estabelecia a prerrogativa de se deitar com a serva antes de a entregar ao futuro marido. O espetáculo gravado foi apresentado em 2010.
Trailer > https://www.youtube.com/watch?v=eiFMQrSgvGw
***********************************************************************

07 a 12 (sexta a quarta) – 19h50
MAUTNER EM CUBA

Brasil, 2015, 75´,
De Guillermo Planel

No final de 2014, com a distensão de relações entre Cuba e o resto do mundo na expectativa do levante do bloqueio, Jorge Mautner realiza um histórico show em La Habana, acompanhado por Bem Gil no violão. O longa-metragem apresenta diversos depoimentos de Mautner pelas ruas da capital cubana, abordando diversos assuntos como filosofia, politica, religião, literatura e meio ambiente, criando um distanciamento entre sua vida pessoal e o espectador. O pensamento vivo e atual deste que é um dos maiores pensadores brasileiros contemporâneos é apresentado entre música, revolução cubana, Santeira, Ernest Hemingway, Nazismo, Jesus de Nazareth, Fidel Castro, Mario Schenberg, Comunismo, músicos de rua cubanos, Candomblé, Cristianismo, Che Guevara e Judaísmo, tudo misturado em um caldeirão multicultural de um filosofo, escritor e musico brasileiro em sua primeira viagem a Cuba.
Trailer > https://www.youtube.com/watch?v=W4lgIQJxLsc

07 a 12 (sexta a quarta) – 15h20
EDEN

Eden, França, 2014, 131’, 16 anos
De Mia Hansen-Love
Com Félix de Givry, Pauline Etienne, Vincent Macaigne

No início dos anos 1990, a música eletrônica começa a se popularizar na França. Paul é um adolescente que gosta das raves, mas prefere o cenário mais underground de Paris. Ele e um amigo formam uma dupla de DJ´s chamada Cheers e mergulham em um mundo de ritmo e batidas, rodeados por drogas e sexo.
Trailer > https://www.youtube.com/watch?v=5X9D-j2Khqs

07 a 12 (sexta a quarta) – 17h50 – Entrada franca
CANÇÕES DE AMOR

Les chansons d’amour, França, 2007, 100’, 14 anos, 35mm
De Christophe Honoré
Com Louis Garrel, Ludivine Sagnier, Clotilde Hesme, Grégoire Leprince-Ringuet
O jovem jornalista Ismaël namora Julie, que convida sua amiga Alice para morar com o casal. Os três passam a
andar juntos pela cidade de Paris, festejar e dividir momentos de intimidade na cama, tudo embalado por deliciosas
canções. Um acontecimento marcante altera a vida de todos e o filme subverte as expectativas geradas pelo
triângulo. Prêmio César 2008 de Melhor Trilha Sonora Original (Alex Beaupain).
Trailer > https://www.youtube.com/watch?v=_6rBACTqWFs

07 a 12 (sexta a quarta) – 21h20
NICK CAVE – 20.000 DIAS NA TERRA

20,000 Days on Earth, Reino Unido, 2014, 97’, 14 anos
De Ian Forsyth, Jane Polland
Híbrido de documentário e ficção, o filme constrói um perfil do cantor, escritor e compositor australiano Nick Cave.
Numa abordagem que contempla visões surpreendentemente francas e um retrato íntimo do processo artístico, o filme examina o que faz de nós o que somos e celebra o poder transformador do espírito criativo. Premiado no Sundance Film Festival 2014 como Melhor Direção e Melhor Montagem de Documentário.
Trailer > https://www.youtube.com/watch?v=1GIRhzDHPu0

13 a 19 (quinta a quarta) – 14h10
CAUBY – COMEÇARIA TUDO OUTRA VEZ

Brasil, 2012, 72’, 12 anos
De Nelson Hoineff

Documentário que conta a história do cantor Cauby Peixoto, uma figura icônica na música brasileira, nascido em Niterói. Interpretando músicas desde a Bossa Nova até o Rock’n Roll, ele é considerado o maior cantor do Brasil por grandes nomes da música brasileira, como Elis Regina e Agnaldo Rayol.
Trailer > https://www.youtube.com/watch?v=Xbx-niMNKHw

13 a 19 (quinta a quarta) – 15h40
AS CANÇÕES

Brasil, 2011, 90’, livre
De Eduardo Coutinho

Nas ruas do Rio de Janeiro, em anúncios de jornais e pela internet, o cineasta entrevistou pessoas e selecionou dezoito histórias para compor o filme. Dezoito pessoas comuns, de 22 a 82 anos, que olharam para a câmera, cantaram as canções que marcaram de alguma forma suas vidas e compartilharam suas histórias. Entre as músicas que fazem parte do filme, temos Roberto Carlos, Vinícius de Moraes e Noel Rosa. Prêmio do Júri e Prêmio do Público de Melhor Documentário no Festival do Rio 2011.
Trailer > https://www.youtube.com/watch?v=XxckBHKLluU

13 a 19 (quinta a quarta) – 17h30
UMA NOITE EM 67

Brasil, 2010, 85’, livre
De Ricardo Calil e Renato Terra

Final do III Festival da Música Popular Brasileira da TV Record, 21 de outubro de 1967. Entre os candidatos aos rincipais prêmios figuravam Chico Buarque de Holanda, Caetano Veloso, Gilberto Gil e Mutantes, Roberto Carlos, Edu obo e Sérgio Ricardo, protagonista da célebre quebra da viola no palco. Com imagens de arquivo e apresentações de úsicas hoje clássicas, o filme registra o momento do tropicalismo, os rachas artísticos e políticos na época da ditadura e a consagração de nomes que se tornaram ídolos.
Trailer > https://www.youtube.com/watch?v=ijH977Ef5tM

14 a 19 (sexta a quarta) – 19h10
VIOLETA FOI PARA O CÉU

Violeta se fue a los cielos, Chile/Arg/Bra, 2011, 110’, 12 anos
De Andrés Wood
Com Francisca Gavilán, Thomas Durand, Christian Quevedo

O filme conta a trajetória da compositora, artista e cantora chilena Violeta Parra. Esta biografia não segue uma linha cronológica, focando-se em diversos momentos da vida de Violeta, como sua infância na província de Ñuble, sua viagem pelo interior do Chile, as visitas à França e à Polônia, além do romance com o suíço Gilbert Favre. O filme é inteiramente intercalado com trechos de uma entrevista que Violeta Parra deu à televisão em 1962. Grande Prêmio do Júri no Sundance Film Festival 2012 – Word Cinema Drama.
Trailer > https://www.youtube.com/watch?v=WWmrbNe1Y4w

14 a 19 (sexta a quarta) – 21h20
LOS HERMANOS – ESSE É SÓ O COMEÇO DO FIM DA NOSSA VIDA

Brasil, 2015, 85´, 12 anos
De Maria Ribeiro

A banda Los Hermanos ganha um registro íntimo e fiel ao seu espírito no documentário de Maria Ribeiro. Em 2007, depois de uma década juntos e quatro discos lançados, os integrantes da banda anunciaram, no auge do sucesso, que fariam uma pausa por tempo indeterminado. Depois de um hiato de cinco anos, eles se reuniram para uma turnê que percorreu 12 cidades brasileiras. O documentário acompanha as apresentações em cinco dessas cidades (Recife, Brasília, Salvador, Porto Alegre e Rio de Janeiro), revelando o cotidiano de uma turnê, os bastidores dos shows e a participação sempre calorosa dos fãs.
Trailer > https://www.youtube.com/watch?v=-OIpQL3hSA8

21 a 26 (sexta a quarta) – 19h20
A MÚSICA SEGUNDO TOM JOBIM

Brasil, 2012, 88´, livre
De Nelson Pereira dos Santos e Dora Jobim

O extraordinário universo da música de Antonio Carlos Jobim não cabe em palavras. Foi com essa ideia em mente e a sensibilidade aguçada que o diretor Nelson Pereira dos Santos, ao lado de Dora Jobim, se dispôs a encarar o desafio de desvendar em filme a trajetória musical do grande compositor brasileiro. Escolheram o caminho sensorial da imagem e do som para exibir o trabalho do músico considerado, ao lado de Heitor Villa-Lobos, um dos maiores expoentes de todos os tempos da música brasileira. Melhor Trilha Sonora (Paulo Jobim) no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2013.
Trailer > https://www.youtube.com/watch?v=QNvrQ4yJQZY

21 a 26 (sexta a quarta) – 21h
COBAIN: MONTAGE OF HECK

EUA, 2015, 145`, 14 anos
De Brett Morgen

Documentário sobre o vocalista, guitarrista e compositor Kurt Cobain, líder do Nirvana. Com acesso a arquivos pessoais e depoimentos de familiares de Cobain – inclusive com a participação da filha dele com Courtney Love, Frances -, o filme conta do início até a ascensão de sua carreira, apresentando diversas canções, algumas delas inéditas. O retrato íntimo de um artista que raramente se revelou para a mídia.
Trailer > https://www.youtube.com/watch?v=NszWnExtSfo

Dia 13 (quinta-feira) – 20h – Entrada franca
Arquivo em Cinema – Exibição seguida de debate
RETRATOS DE IDENTIFICAÇÃO

Brasil, 2014, 71’,12 anos
De Anita Leandro

Na época da ditadura, os presos políticos eram fotografados em diferentes situações. Hoje, dois sobreviventes da tortura veem, pela primeira vez, as fotografias relativas às suas prisões. Antônio Roberto Espinosa, testemunha abre Chael Schreier, com quem conviveu na prisão. Já Reinaldo Guarany relembra sua saída do país e fala sobre Maria Auxiliadora Lara Barcellos, com quem viveu em Berlim. Um filme necessário, contundente e revelador. Parceria do Cine Arte UFF com o Arquivo Nacional.
Debatedores
Anita Leandro (Diretora do filme, pesquisadora e professora da Escola de Comunicação da UFRJ)
Wallace Andrioli Guedes (Historiador, doutorando em História Social pela UFF e professor da UFJF)
Mediação
Carlos Eduardo Pinto de Pinto (Prof. do Dep. de História da UERJ e pesquisador do Laboratório de História Oral e Imagem da UFF)
Trailer > https://www.youtube.com/watch?v=o2oRwACIqrg

Leave a Comment

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>