Categorias
NOVIDADES

TEATRO Espetáculo “Deus e o Diabo na Terra do Sol” no Teatro da UFF

DD1

Serviço:

“Deus e o Diabo na Terra do Sol”

De 01 de abril a 01 de maio de 2016

Sextas e sábados 21h | Domingos 20h

Teatro da UFF – Rua Miguel de Frias 9, Icaraí, Niterói

Ingressos – R$ 40 (inteira) e R$20,00 (meia)

Classificação indicativa – 16 anos

 

A Definitiva Cia. de Teatro leva à cena o espetáculo “Deus e o Diabo na Terra do Sol”, uma leitura teatral do filme homônimo de Glauber Rocha, que mudou os rumos do cinema brasileiro na década de 1960. A montagem premiada na Fita (Festa Internacional do Teatro de Angra) e em outros festivais pelo Brasil, fez sua estreia carioca na arena do Espaço SESC, em Copacabana, em maio de 2014. Devido ao sucesso de público e crítica o espetáculo foi convidado a realizar um circuito por 9 unidades SESCs do Rio de Janeiro e 03 apresentações no Teatro Glauce Rocha, no centro do Rio.Em janeiro de 2016 a montagem foi apresentadano histórico palco do teatro João Caetano. Em abril fará a sua primeira temporada na cidade de Niterói, no Teatro da UFF.

A montagem é recheada de referências culturais e históricas, além de retratar vidas marcadas pela pobreza e tangidas pela força da religiosidade, pelo constante conflito entre o bem e o mal – Deus e Diabo – e pela luta por sobrevivência. No centro da trama está o vaqueiro Manuel que, em defesa de seu orgulho, dignidade, ou qualquer coisa que o valha, mata um coronel que tenta extorqui-lo. Perseguido pelos homens do coronel, Manuel foge com sua mulher, Rosa, e, no desespero, se une ao grupo liderado pelo religioso Santo Sebastião. A partir daí, tem início uma jornada épica em busca de uma possibilidade de viver para além das necessidades físicas; uma caçada sofrida em busca de um indivíduo potente e consciente do seu lugar e da sua função no mundo.

Deste mote é urdida a teia de acontecimentos (pessoais e políticos) que findam por elaborar uma fotografia panorâmica de um período da história do país por meio da “dramática aventura de um homem que se perde entre um deus negro e um diabo louro, guiado por uma testemunha cega e perseguido pela morte”, em palavras do próprio Glauber.

Segundo o diretor Jefferson Almeida, a montagem representou um grande desafio para o grupo, que tem como foco estudar o papel da música na cena teatral: “Tivemos que transportar para o teatro uma obra criada para a linguagem cinematográfica, para tanto, além de uma cena que desse conta dos diversos ambientes e situações, precisamos elaborar uma cena em que a música composta pelo Sérgio Ricardo para a trilha do filme estivesse plena, cumprindo suas funções musicais, mas aliada à ação dramática; aqui, a música é parte do texto do espetáculo”, explica o diretor.

10455590_784745104903487_6988754536306830036_n

Elenco:

Betho Guedes como Cego Júlio

Guga Almeida como Manuel

Hector Gomes como Sebastião

Jefferson Almeidacomo Corisco

João Vítor Novaes como Coronel e Figura

Raphael Marins como Coronel Morais e Padre

Ricco LimacomoAntônio Das Mortes

Taísa Magalhãescomo Mãe e Dadá

Tamires Nascimento como Rosa

Equipe Técnica:

Diálogos – Glauber Rocha e Paulo Gil Soares

Música – Glauber Rocha (letra) / Sérgio Ricardo (música)

Direção – Jefferson Almeida

Adaptação – Jefferson Almeida e Tamires Nascimento

Elenco – Betho Guedes, Guga Almeida, Hector Gomes, Jefferson Almeida, João Vítor Novaes, Raphael Marins, Ricco

Lima, Taísa Magalhães e Tamires Nascimento.

Stand-in – Marcelo de Paula