Acesse nossas Mídias

Notícias

Polícia Militar usará balões para monitorar segurança na Região Metropolitana

A segurança da Região Metropolitana do Estado agora virá dos ares. A Polícia Militar do Rio de Janeiro vai, a partir do ano que vem, utilizar balões de monitoramento para captar imagens durante ações estratégicas em áreas de conflitos ou patrulhamento de comunidades com UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) e grandes eventos. O comando da corporação está fazendo estudos para a compra dos equipamentos.

Dois modelos, um brasileiro e outro de Israel, estão sendo analisados. De uso comum pelas tropas americanas no Afeganistão, os balões de hélio ficarão a uma altura de 100 metros, presos ao solo pelo cabo que transmitirá as imagens ao centro de controle próximo.

De acordo como tenente-coronel Márcio Costa Lima, chefe do Centro de Controle Operacional da PM, o equipamento é um meio prático e barato de suprir a necessidade de monitoramento pelo ar. “Os balões terão várias aplicações. Poderemos usá-los para observação em UPP ou movimentação de público em eventos. Quem estiver no comando terá uma visão ampla e completa do local”, explicou.

Longe da mira- Os balões terão entre 1,8 metro e 4 metros de diâmetro, com capacidade para suportar ventos de 80 Km/h e uma câmera de cinco quilos. Eles podem operar por até 72 horas consecutivas e não podem ser abatidos a tiros.

Continuar Lendo
Comentários

Mais Notícias

Topo